Rafael Vitti compara cena sua em Verão 90 com uma cena feita pelo pai e surpreende

Publicado há 2 anos
Por Henrique Carlos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Não é de hoje que o ator Rafael Vitti é comparado ao seu pai, o ator João Vitti. No capítulo da última segunda-feira (25) em Verão 90, João Guerreiro, personagem de Rafael no folhetim, foi preso injustamente acusado do assassinato de Nicole (Barbara França).

Logo depois em sua conta no Instagram, Rafa Vitti compartilhou uma imagem onde comparava a prisão seu personagem com uma cena de seu pai em Despedida de Solteiro, onde deu vida ao personagem Xampu. “E a história se repete 27 anos e depois. Quem acompanhou ‘Despedida de Solteiro’ em 1992 onde meu pai interpretava o Xampu e também foi preso injustamente?”, perguntou o ator.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia também:Mãe de Nicolas Prattes fará participação em Verão 90

Nas redes sociais a foto viralizou e o público começou a comparar pai e filho, afinal, a semelhança realmente é surpreendente.

Verão 90: Fora da prisão, João vira garçom: “A minha carreira na TV e no rádio acabou”

Nos próximos capítulos de Verão 90João (Rafa Vitti) começará a reconstruir a sua vida, e um desses primeiros passos será virando garçom no bufê de Raimundo (Flávio Tolezani). Vale ressaltar que o jovem pedirá uma ajuda a Raimundo para trabalhar no bufê dele e o bom homem acatará o pedido do jovem.

Vale lembrar que o ex-Patotinha Mágica ficou preso durante 3 anos, injustamente, pela morte de Nicole (Bárbara França), algo que ele não cometeu. “Que surpresa boa, João! Veio me visitar?”, dirá Janaína (Dira Paes), ao ser surpreendida pela filho em seu emprego.

Leia mais: Verão 90: Janaína pede para Jerônimo largar o mundo do crime: “Você tá iludido, meu filho”

João fugirá de ‘rodeios’ e pedirá uma oportunidade a mãe. “Eu fiquei sabendo que o buffet tá o maior sucesso. Não tão precisando de ajudante?”, acrescentará o caçula da família Guerreiro, pedindo uma oportunidade de emprego. “Ah, meu filho…”, acrescentará Jana, um pouco triste com o rumo que a vida de seu filho tomou.

“Não me quer como ajudante?”, pontuará João. Mas Jana tentará desmotivar o rapaz. Mas será em vão. “Não é isso… Que mãe não ia querer ajuda de um filho como você? Mas essa não é a sua praia”, sentenciará Jana, sendo sincera.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio