Rafa Costa e Silva estreia como jurado no Mestre do Sabor: “Estou ansioso”

O profissional entra no lugar de José Avillez

Publicado há 4 meses
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na edição do Mestre do Sabor desta quinta-feira (28), Rafa Costa e Silva entra para o time ao lado de Kátia Barbosa e Léo Paixão. Rafa dará continuidade aos trabalhos de José Avillez, que retornou à Europa devido à pandemia da COVID-19.

Mesmo já tendo gravado o programa, Rafa garante que a ansiedade é grande. “Estou ansioso pra ver o resultado na TV. Eu fui muito bem recebido por todos, e o programa conta com uma estrutura absurda e muito profissional”, declarou o profissional

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Tem sido ótimo poder dividir a grande cozinha do programa com chefs tão incríveis. Katia é uma amiga, já a conhecia e foi ótimo estreitar ainda mais essa relação. O Leo eu ainda não conhecia, só havíamos nos encontrado em eventos, e tem sido muito bacana conhecer um pouco mais dele”, conta o novo mestre.

Rafa Costa e Silva tem inúmeros prêmios de gastronomia mundo afora – incluindo uma estrela no Guia Michelin depois de figurar entre os 50 melhores restaurantes do mundo com o Lasai. O chef carioca iniciou suas atividades gastronômicas em Nova York, onde estudou e trabalhou antes de passar dez anos na Espanha, em San Sebastián. 

Apesar do pouco tempo juntos, Rafa conta que ele e Avillez, que já se conheciam de trabalhos anteriores, tiveram uma boa troca. O chef carioca fala também sobre a sua chegada ao programa: “Eu fui muito bem recebido por todos e a passagem de bastão foi muito bem-feita. Conseguimos criar uma conexão bacana. Todos do time já são cozinheiros profissionais, então eu acabo observando mais e dando alguns toques. É bacana essa troca de experiência, conversamos bastante e aprendemos juntos”.

O chef, que irá comandar seu time pela primeira vez no programa de hoje, conta também como está a sua rotina nesse período de isolamento social. “Tenho ficado bastante com a família, minha esposa e meu filho de dois anos. E, claro, cozinhando muito. Mais que nunca, eu diria. A minha esposa também gostar de cozinhar e até meu filho acaba participando”, finaliza o novo mestre.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais