Questionado por Ratinho sobre Mara Maravilha, Leão Lobo ironiza: “Quem?”

Publicado há 2 anos
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na edição desta segunda-feira (11) do Programa do Ratinho, Leão Lobo, integrante do quadro Dez ou Mil, foi questionado pelo apresentador sobre qual seria o motivo pelo qual ele e Décio Piccinini não aceitarem Mara Maravilha de volta no Fofocalizando.

“Quem? Quem? Ah, faz tempo que eu não a vejo”, disparou Leão, aos risos. Vale lembrar que em agosto do ano passado, Mara deixou o vespertino do SBT após durante várias edições do programa trocar farpas com os colegas e até com entrevistados.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia também: Mara Maravilha alfineta Jogo dos Pontinhos no Instagram: “Vai dar caso de polícia”

A saber, no último domingo (10), Maravilha foi liberada pelo canal de Silvio Santos para participar do Hora do Faro com o noivo, Gabriel Torres. Contudo, apesar da repercussão do programa, a atração da Record TV perdeu para Eliana, que cravou 9.6 pontos na Grande São Paulo contra 8.3 do formato de Rodrigo Faro.

Leia também: Patrícia Abravanel diz que tem que ter programa no SBT antes de Mara Maravilha: “Depois entra na fila”

Em entrevista ao Sensacional, Leão Lobo relembra vício em sexo: “Com oito pessoas diferentes no mesmo dia”

Responsável por ser um dos apresentadores do Fofocalizando, Leão Lobo participou da edição da última quinta-feira (7) do Sensacional, atração da Rede TV! comandada por Daniela Albuquerque. Entrevistado pela repórter Ana Paula Abrão, o famoso falou sobre o período no qual foi viciado em sexo.

O artista surpreendentemente disse que já transou no mesmo dia com oito pessoas diferentes e que mesmo assim não se sentia satisfeito. “Isso é um distúrbio, gente, era uma compulsão que eu tinha”, afirmou o artista, revelando que o problema começou aos 18 anos.

Todavia, o jornalista deixou claro que a situação não tinha nenhuma ligação com a sua homossexualidade e que quando foi procurar terapia, é porque não valorizava o afeto, e sim a quantidade. “Eu tinha uma ansiedade por sexo que quando eu saía na rua, a primeira pessoa que me olhasse eu achava que… [queria transar]”, contou Leão.

Contudo, o astro destacou que tudo aconteceu na época do ‘boom’ da AIDS e que se considera um sobrevivente. “Eu não tinha noção do uso de preservativos, eu era um garoto enlouquecido fazendo sexo”, declarou, enfim, o comunicador, dizendo que fez 14 anos de terapia e que conseguiu se livrar do vício.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais