“Quero que ela seja feliz como era antes do Davi”, afirma Guilhermina Libanio sobre a Cibele de Órfãos da Terra

Publicado há um ano
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No ar como a Cibele de Órfãos da Terra, trama das 18h de Duca Rachid e Thelma Guedes, Guilhermina Libanio falou sobre a morte de David (Vítor Thiré), primeiro amor da personagem que morreu em Israel, o que deprimiu a jovem.

“Sei que é difícil para caramba: ela era uma menina muito animada. Mas acredito que vá ficar bem. Se ela encontrar uma outra pessoa, será lindo. De qualquer maneira, quero que ela seja feliz como era antes do Davi, lutando por um mundo melhor e sem guerra”, disse a atriz à Patrícia Kogut.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A estrela saiu mais cedo do elenco de Malhação – Vidas brasileiras (2018) para atuar no folhetim. “Já estava me preparando para voltar para faculdade e seguir com outros projetos. Quando li o texto do teste, fiquei absurdamente encantada e pensei que precisava fazer a Cibele”, declarou.

“Ela é o máximo. Um raro espaço para uma mulher gorda. E o peso dela quase não é uma questão. Não é por ser gorda que a vida dela anda ou desanda. Acho isso incrível e fico feliz”, falou a artista, contando receber mensagens por causa do papel.

“Meninas dizendo que não se viam na TV. Sei o quanto é importante essa identificação porque eu também sentia falta dela. Achava que não ia ser atriz de TV porque não via esse espaço”, destacou Guilhermina, contando as semelhanças que possui com a militante.

“Ela diz muito do que eu gostaria de dizer. Mas é mais da linha de frente do que eu, ativista. É uma honra de verdade estar vivendo esse papel na TV aberta, sendo assistida por um público tão grande. Estamos na mesma luta: por um mundo mais igualitário, em que as pessoas possam ter mais amor pelos outros e por quem elas são”, concluiu Libanio.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais