Quatro momentos inusitados da final do MasterChef

Publicado há 3 anos
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesta terça-feira (22), foi ao ar na Band a final da quarta temporada do MasterChef que consagrou Michele Crispim como a vencedora e deixou Deborah Werneck com o segundo lugar.

Durante a atração, que foi ao vivo, situações inusitadas aconteceram e o Observatório da Televisão resolveu citar algumas. Veja:

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O que ele disse?

O diretor culinário da Le Cordon Bleu, Arnaud Guerpillon, foi até o palco da produção para divulgar os prêmios que seriam entregues para as finalistas: dois cursos na escola gastronômica, um pra cada finalista. O profissional conversou um pouco com Ana Paula Padrão, mas foi praticamente impossível entender, tanto que a apresentadora traduziu alguns trechos.

Muito animada

Caroline Martins, participante que viveu um climão com Henrique Fogaça quando esteve na repescagem do programa, estava no mezanino com a mesma cara de tédio que fez no dia que tentou voltar ao formato. Até na hora de bater palma a pesquisadora não se animava.

Prevendo o futuro

Hugo Rocha, conhecido como Hugo Gloss, foi contratado pela emissora para movimentar as redes sociais e em certo momento, disse que o programa já tinha ultrapassado a marca de 500 mil tuítes, sendo que ao lado dele, na tela, estava sendo exibido que o reality tinha pouco mais de 480 mil.

Quem ganhou?

Cada finalista recebeu um celular e o aparelho que tocasse, seria o da campeã. O de Michele tocou, e no meio da comemoração, apareceu a mãe da competidora pra questionar se ela tinha vencido mesmo. “Ela ganhou, né?”, indagou. Sobrou para Ana Paula dizer que sim.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio