Qual é o segredo de Marina em O Salvador da Pátria?

Conhecedor do passado da viúva, Eduardo Corrêa usa o que sabe para chantageá-la

Publicado em 1/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em O Salvador da Pátria, novela de Lauro César Muniz atualmente em reprise no Viva, a fazendeira Marina Sintra (Betty Faria) é uma grande força política na região das cidades de Ouro Verde e Tangará, interior paulista, que vive do cultivo da laranja.

Viúva, Marina criou praticamente sozinha as duas filhas, Camila (Mayara Magri) e Alice (Suzy Rêgo). A segunda é um pouco desbocada e bastante sexualizada, mas não dá maiores problemas, ao contrário da primeira, que tem dedo podre para homem e chegou a se envolver com um desafeto de Marina.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Que não era outro senão o radialista Juca Pirama (Luís Gustavo), que chantageou Marina com segredos sobre o passado da líder de esquerda em troca do apoio dela à sua candidatura à Prefeitura de Tangará e seu consentimento ao casamento dele com Camila.

Indignada, Marina até tentou ceder, mas não conseguiu. Juca cumpriu a palavra e trouxe a Tangará um fantasma da juventude da viúva: Eduardo Corrêa (Cláudio Cavalcanti). Antigo namorado de ‘Marina Morena’, como a chama com um misto de volúpia e despeito, Eduardo conhece as origens e o passado da fazendeira.

A morte de Juca Pirama pouco depois de ter posto Marina contra a parede e o grande desagrado dela com o envolvimento da filha com o demagogo fez com que Camila desconfiasse automaticamente da mãe no caso. E a moça tenta arrancar de Eduardo a verdade que faz com que Marina tenha verdadeiro desprezo por ele.

Quando moça, na cidade paranaense de Londrina, Marina ganhou a vida como prostituta. Foi nessa época que se envolveu com Eduardo, que nunca se conformou por ser sido trocado pelo político de esquerda Raul Sintra, que se casou com Marina e teve com ela as duas filhas.

Já que sempre se arvorou numa persona pública de moral inatacável, há mais de 10 anos sem sequer ter envolvimentos amorosos, desde a viuvez, e lidera o campo da esquerda em várias cidades do circuito da laranja, para Marina é indesejável que o passado como ‘mulher da vida’ venha à tona. E é com essa verdade que Eduardo a ameaça.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio