Psicóloga do Casos de Família revela problema familiar que a fez se interessar pela profissão

Publicado há um ano
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Responsável por dar conselhos no final das edições do Casos de Família, Anahy D’amico compartilhou pelo canal que possui no Youtube um vídeo no qual responde alguns questionamentos que foram enviados pelos fãs.

Questionada sobre o
motivo que a fez ser psicóloga, a profissional contou que teve um irmão com
paralisia cerebral e que por isso, os pais dedicavam um tempo maior ao herdeiro
por ele ser dependente de ajuda para tudo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Eu tive alguns buracos emocionais por conta disso. Eu sentia falta de atenção. Até eu entender, levou um tempo. Eu comecei a perceber as dores emocionais cedo, apesar de não ter sofrido nada mais grave”, apontou a famosa.

“Eu sentia saudade dos meus pais mesmo estando com eles, sentia que davam mais atenção para o meu irmão. Levou um tempo para eu entender o problema que ele tinha e ‘entrar nessa dança’”, refletiu.

“Mas isso que eu sentia ficou e eu queria resolver isso. Sabia que tinha essas dores e que era muito legal descobrir e se curar. Então acho que foi isso que me levou para a psicologia”, declarou a psicóloga, garantindo que não está em seus planos sair do programa.

“Não pretendo. Eu amo o Casos de Família. Adoro de paixão, aprendi muito, aquilo é uma lição de vida, muitas vezes do que você não deve fazer. Aquilo é muito rico”, concluiu Anahy, que também revelou que já se casou três vezes e que é mãe de uma mulher de 26 anos, fruto da última união.

Assista:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio