Programa cheio de emoções promove a verdadeira ‘estreia’ do BBB 17

Publicado há 4 anos
Por Redação
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Após chegar exatamente em sua metade, o BBB 17, até então considerado como uma das piores edições da história, finalmente parece ter criado ânimo após as reviravoltas do programa desta segunda-feira (06).

Depois de muito tempo, finalmente tivemos uma “surpresa” fazendo jus às expectativas geradas por Tiago Leifert. Ao estrear no dia 23 de Janeiro deste ano, o Big Brother Brasil, em sua décima sétima edição, muito prometeu e pouco cumpriu. Pelo menos até agora! Quando se achava que não teria mais salvação, eis que a edição trouxe um banho de entretenimento aos telespectadores.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O programa desta segunda-feira (06), começou com Tiago Leifert promovendo uma ‘eliminação falsa’ pra lá de dramática, onde todos os brothers tiveram que indicar um nome que gostariam de ver fora do confinamento. Pela primeira vez, os brothers foram obrigados a dar a cara tapa. Emilly e Ieda foram as 2 mais votadas e ficaram empatadas, até que Pedro com seu voto de minerva, optou pela “eliminação” de Emilly. A sister, sem se despedir daqueles que nela votaram, foi rapidamente encaminhada ao confessionário, onde a pedido de Leifert, deveria indicar 4 brothers para participarem exclusivamente da prova do líder da próxima quinta-feira (09). Visto isso, a gaúcha decidiu que Marcos, Ilmar, Marinalva e Daniel fossem os escolhidos.

Feita a escolha, o apresentador se despediu de Emilly para que a sister pudesse ser ‘eliminada’. Sem saber de nada, a gêmea foi encaminhada às dependências do quarto do líder, onde foi surpreendida com a notícia de que ao invés de eliminada, irá na verdade morar juntamente com os escolhidos por ela no confessionário para que juntos, realizem a próxima prova do líder. Ao atravessarem o muro, a alegria tomou conta de Marinalva, Marcos, Ilmar e Daniel que ficaram aliviados com o fato de Emilly não ter sido eliminada.

Desta maneira a casa ficou dividida por um muro, onde espera-se que os laços de afinidade entre o ‘Lado México’ e ‘Lado América’ se afunilem neste período “separados”, assim fazendo com que haja maior rivalidade entre os grupos quando acontecer a extinção do ‘muro’.

Vale lembrar que durante o ‘BBB 9‘, onde também houve a existência de um muro, a casa mesmo após a retirada do mesmo, se manteve fiel nos laços de afinidades criados entre o “Lado A” e “Lado B”, gerando uma rivalidade fervorosa até a reta final do programa.

Por: Álvaro Penerotti

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais