“Prefiro que tenham medo de falar em público do que de morrer”, diz Poliana Abritta sobre participantes de novo quadro

Publicado há 4 anos
Por Endrigo Annyston
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesta quarta-feira (08), o Fantástico reuniu jornalistas em sua redação no Rio de Janeiro para tratar sobre suas novidades para a temporada 2017.

Dentre os destaques, o lançamento de ‘Olha quem fala’, um reality apresentado por Poliana Abritta em que três pessoas, que têm verdadeiro pavor de falar em público, são treinadas pelo consultor de carreiras e mestre na arte de falar em público Max Gheringer e pelo especialista em oratória Reinaldo Polito.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em quatro episódios, a produção oferecerá um serviço para que o público possa treinar junto com os participantes para vencer seus próprios medos e limites.

A respeito dessa dificuldade que atinge muitas pessoas, Poliana destacou que prefere que “elas tenham medo de falar em público – e lidem com isso do que morrer, porque aí vivem melhor”, já que diariamente precisam ter contato com os outros.

A jornalista revelou que não se intimida com as câmeras, pois as vê como suas melhores amigas, e que a nova atração vem sendo gravada desde antes da Olimpíada do Rio de Janeiro (2016), e foi interrompida justamente por causa dos jogos.

Quadro sobre transgêneros do Fantástico contextualiza histórias a partir de Alice no País das Maravilhas; entenda

Poliana adicionou que o quadro trará dicas preciosas e citou Luzia, uma das participantes, que é excelente em tudo o que faz no trabalho, mas era ruim em comandar palestras, e por conta de seu medo chegava a se atrasar para tentar evitar falar com o público.

Inclusive, Luiza chegou a chorar durante um dos testes com plateia do ‘Olha quem fala’, que estreia neste domingo (12).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais