Político resolve agir contra Fátima Bernardes após Ludmilla cantar música polêmica no Encontro

Publicado há 10 meses
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No último dia 23, Ludmilla participou do Encontro com Fátima Bernardes e interpretou a música “Verdinha”. O deputado e pastor Otoni de Paula (PSC-RJ) não gostou do que viu e resolveu protocolar uma notícia-crime na Polícia Federal contra a apresentadora do matinal.

De acordo com a revista Veja, o político avaliou que o matinal fez apologia ao uso, venda e cultivo de maconha. “Pelo horário [de exibição do programa], deduz-se que, dentre os telespectadores, estejam considerável número de menores”, detalha Otoni no documento.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Eu fiz um pé lá no meu quintal / Tô vendendo a grama da verdinha a um real / Eu fiz um pé lá no meu quintal / Tô vendendo a grama da verdinha a um real”, diz o polêmico refrão da música, que teve o clipe um período considerado impróprio para menores de 18 anos.

Vale lembrar que Fátima está de férias e Patrícia Poeta assumiu o comando da produção no momento. Nesta terça-feira (7), uma saia justa aconteceu após uma senhora não gosta de ter um drama familiar exposto na atração.

Atualização com posição de assessoria da cantora Ludmilla, contra o cerceamento à liberdade de expressão cultural

A assessoria da cantora Ludmilla enviou ao Observatório da Televisão a seguinte nota:

“A cantora Ludmilla, através de sua assessoria jurídica, representada pelo advogado José Estevam Macedo Lima, vem a público externar veemente repúdio ao cerceamento à liberdade de expressão cultural que, sistematicamente, vem sendo manifestado contra as letras das músicas de sua autoria.

Com efeito, a cantora tem sido alvo de postagens em redes sociais que constituem flagrante violação ao seu direito da livre manifestação cultural, que lhe é assegurado pela Constituição Federal, em seu art. 5º, inciso IX.

Nessa oportunidade, a artista e sua equipe lamentam a veiculação de textos mascarados de mera reprovação ao que canta a artista, mas que na verdade servem como pano de fundo para disseminação do ódio, da discriminação e do preconceito.

Por fim, a cantora esclarece que não poupará esforços para adotar todas as medidas cíveis e criminais que se fizerem necessárias, de modo a repelir e responsabilizar os autores das postagens de conteúdo discriminatório, preconceituoso, calunioso, infame e difamatório a seu respeito.”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais