Polícia Civil investiga caso de racismo no BBB 21 após declaração de Rodolffo

Imagens do reality estão sendo analisadas

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Polícia Civil do Rio de Janeiro abriu uma investigação para apurar um suposto caso de racismo no BBB 21. O órgão informou que está analisando imagens do reality após a polêmica envolvendo João Luiz e Rodolffo, que comparou o cabelo do professor a uma peruca de homem das cavernas.

Em nota, a assessoria de comunicação da delegacia confirmou a informação. “De acordo com a Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (DECRADI), foi instaurado procedimento para apurar o crime de preconceito racial. Imagens estão sendo analisadas e as investigações seguem em andamento”. As informações são do jornal O Globo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O assunto ganhou relevância após o Jogo da Discórdia exibido na noite de segunda (5), quando João Luiz afirmou que estava chateado com um comentário de Rodolffo. Dias antes, o sertanejo disse que a peruca do monstro era igual ao cabelo do professor.

Na hora da “brincadeira”, João ficou sem reação, mas depois desabafou com Camilla e disse que não gostou da comparação. Já na edição ao vivo, ele relembrou o episódio e salientou que ficou bastante ofendido. Rodolffo tentou se explicar, mas ao reafirmar sua opinião, fez o professor chorar.

“Se todo mundo observou como era a peruca do monstro, acredito eu que é um pouco semelhante”, disse o cantor, causando indignação em participantes como Pocah e Camilla.

Depois disso, começou uma grande discussão nas redes sociais, com várias críticas a Rodolffo e comentários de apoio para o sertanejo. Atualmente, ele está no paredão do BBB ao lado de Gil e Caio.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio