Pior novela da história? Assim como O Outro Lado do Paraíso, veja quatro novelas massacradas pela crítica

Publicado há 3 anos
Por Gabriel Vaquer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O Outro Lado do Paraíso chegou ao fim e foi um inquestionável sucesso de audiência na Grande São Paulo, sendo o maior Ibope desde Avenida Brasil, produzida em 2012 e considerada um grande marco para a Globo.

Mas diferente da novela de João Emanuel Carneiro que foi sucesso de público e crítica, O Outro Lado do Paraíso passou longe disso. A imprensa especializada e parte do povo torceu o nariz para as incoerências do roteiro de Walcyr Carrasco e de núcleos estranhos, considerados bem abaixo da crítica.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja mais: Globo divulga primeira chamada anunciando reprise de Belíssima em Vale a Pena Ver de Novo; veja

Nesta lista, o Observatório da Televisão mostra quatro novelas tão criticadas quanto O Outro Lado do Paraíso.

1 – Salve Jorge – Globo (2012)

“É preciso voar!”, dizia Glória Perez para responder as críticas de Salve Jorge. A novela tinha grandes problemas: roteiro cambaleante, direção ruim, atuações estranhas, além de erros de continuidade estranho. Como esquecer da injeção letal da vilã Lívia (Cláudia Raia)? E do meme “A Morena tá viva!”? Mas pelo menos, ao bem da verdade, muita gente via para rir e achar graça nos erros.

2 – Amazônia – Manchete (1992)

Em 1991, a Manchete estava louca para repetir o sucesso de Pantanal, exibida em 1990 e que colocou a Globo em segundo lugar em horário nobre. Apostou em uma trama meio maluca – uma parte era passada no século 19, enquanto outra era no futuro, em 2010. Sem as belas imagens e uma boa trama, Amazônia marcou apenas 3 pontos, muito abaixo do esperado. Nem um relançamento funcionou.

Veja também

Globo anuncia Taís Araújo como a nova apresentadora do reality show PopStar

Segundo Sol: Rochelle provoca Manuela e a humilha: “Você depende do meu pai”

3 – Jamais te Esquecerei – SBT (2003)

Uma das inúmeras adaptações de textos mexicanos com elenco brasileiro feitas pelo SBT na década passada, Jamais te Esquecerei é consideravelmente a pior. O casal protagonista – Fábio Azevedo e Ana Paula Tabalipa – não tinha química e a trama era extremamente fraca. Foi fracasso na exibição original e também não foi bem na reprise que teve nas tardes do canal em 2013 – teve 120 capítulos editados para apenas 58, de tão mal que foi.

4 – Mico Preto – Globo (1990)

Mico Preto foi a primeira novela do autor Euclydes Marinho na Globo. Ele escreveu a trama juntamente com os experientes Marcílio Moraes e  Leonor Bassères, mas já em sua metade, sem dar a audiência esperada, sofreu intervenção. A emissora chamou Walther Negrão, expediente autor das 18h, para ajudar na trama. Nada feito, e ela provocou mais polêmica que sucesso – sua abertura, onde um mico de verdade aparece, foi denunciada pela Sociedade Protetora dos Animais.

 

 

 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio