Pioneira no Esporte da Globo, jornalista esportiva Kitty Balieiro morre aos 62 anos

Publicado há um ano
Por Gabriel Vaquer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Uma das jornalistas esportivas mais importantes nos bastidores da TV em toda a história, Kitty Balieiro faleceu na noite deste sábado (23), aos 62 anos. Kitty ficou marcada por uma passagem de 25 anos pela Globo, onde foi umas primeiras jornalistas mulheres do departamento de esporte da emissora carioca e abriu caminho para a chegada de outras profissionais.

Kitty morreu após sofrer um infarto fulminante. Na Globo, ficou entre 1983 e 2008, onde atuou em todas as frentes no Esporte do canal, como repórter, produtora, editora e editora-chefe. Saiu em 2008, e teve passagens pelas redações de SBT, ESPN Brasil, Record TV e TV Cultura.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Kitty começou a carreira na TV Tem, afiliada da Globo no interior de SP. Na emissora carioca, até hoje é referencia para jornalistas mulheres. Ao saber de seu falecimento, a comentarista Ana Thaís Matos lamentou bastante e falou de sua importância.

“Não a conhecia, ouvia apenas as histórias, principalmente o amor pelos esportes olímpicos. Se hoje temos coragem de colocar nosso trabalho na rua é pq lá atrás tivemos mulheres como Kitty, de uma outra geração, porém, FUNDAMENTAL na caminhada”, disse Ana.

Em 2011, por exemplo, ela recebeu o prêmio Regiane Ritter, da Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo, por sua contribuição ao jornalismo esportivo e por ter atuado na inclusão das mulheres na área. Atualmente, aposentada do Jornalismo, ela tinha uma associação beneficente que ajudava pessoas pobres.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais