Pego pela polícia, Edu é deportado para o Brasil: “Colocaram droga dentro da minha mala”

Publicado há um ano
Por Cadu Safner
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nos próximos capítulos de Ouro Verde, Edu (Adriano Toloza) será pego de surpresa após ser investigado pela polícia desde que foi denunciado por estar com cocaína dentro do quarto de um hotel. Uma armação que culminará em sua deportação para o Brasil.

Na ocasião, Edu encontrou o pó branco antes da chegada da polícia, e conseguiu se livrar a droga jogando pela janela do quarto do hotel. Os homens avisam Edu que estão de olho nele por causa da droga e Edu afirma que não sabe do que estão falando. Suspeitando de Jorge (Diogo Morgado), o rapaz o procura e diz que as coisas não iriam ficar assim.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Dias depois, Edu é deportado após uma segunda abordagem da polícia, em que é descoberto que os documentos de Edu não estão legais para ele estar no pais. Do Rio de Janeiro, o vilão liga para Valéria (Úrsula Corona). “O que aconteceu, eu estava atrás de você. Te liguei um monte de vezes”, questiona a megera, preocupada com o sumiço repentino dele.

Edu, então, explica: “Eu fui forçado a voltar para o Brasil, gata! Pintou uma sujeira comigo e colocaram droga dentro das minhas coisas no hotel, colocaram cocaína dentro da minha mala e mandaram a polícia fazer uma busca, a minha sorte foi que eu encontrei a droga antes e joguei pela janela. Mas eu fui obrigado a voltar para o Brasil“, disse.

O rapaz conta que suspeita de Jorge Monforte foi o mandante, com o intuito de afastá-lo de Bia (Joana de Verona). “Mas ele vai pagar. Ele vai pagar por essa gracinha, nem que seja ultima coisa que eu faça na vida. Te conto depois. Primeiro vou ter que me encontrar com uma pessoa pra ver se o que eu to pensando é viável ou não. Mas depois te ligo!”, avisa.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais