ENTREVISTA

Paulo Betti celebra sucesso de Mulheres de Areia após 30 anos da exibição original: “Expectativa de que o trabalho esteja bem-feito”

Ator relembrou o seu papel como Vanderlei na obra de Ivani Ribeiro exibida em 1993

Publicado em 16/06/2023

O ator Paulo Betti, de 70 anos, celebrou a reprise da novela Mulheres de Areia (1993) na faixa Edição Especial das tardes da TV Globo a partir do dia 26 de junho. Em um bate-papo com a revista Quem, o intérprete de Valderlei na obra de Ivani Ribeiro falou sobre a sua parceria com Glória Pires e relembrou o sucesso internacional da história das gêmeas Ruth e Raquel.

“Foi tudo muito agradável. Até hoje, em muitos lugares, as pessoas falam ‘Guanderlei’, porque a novela passou em vários países de língua espanhola. Então, eu fiquei muito conhecido como ‘Guanderlei’”, falou o artista sobre o sucesso internacional da novela.

Paulo Betti também relembrou a sua parceria com Glória Pires em cena, já que interpretou o namorado malandro da gêmea má, Raquel. “A Gloria Pires fazia o papel da gêmea boa e da gêmea má, e ela estava sempre às voltas com essa dualidade. Gloria Pires foi uma parceira incrível, a gente se relacionava muito bem e tinha altas conversas, sempre fui muito feliz trabalhando com ela”, elogiou ele.

Paulo Betti e Glória Pires em cena de Mulheres de Areia
Paulo Betti e Glória Pires em cena de Mulheres de Areia

Ainda na entrevista, o ator falou sobre o entrosamento do elenco e resgatou memórias dos bastidores da obra de Ivani Ribeiro. “Lembro de gravações com o Guilherme Fontes, com a Gloria Pires. Lembro que eu falava muito que eu era o namorado mau da gémea má, porque tinha o namorado bom da gêmea boa (risos). Mas eu me lembro muito do clima. Lembro também do Marcos Frota fazendo o Tonho da Lua, papel que tinha sido do Gianfrancesco Guarnieri na primeira versão dessa novela”, disse.

Por fim, o artista destacou a sua ansiedade para rever o trabalho antigo e revelou preocupação sobre a ‘passagem do tempo’.

“Minha expectativa é que eu não tenha um ataque cardíaco ao ver a passagem do tempo (risos). A expectativa é de que o trabalho esteja bem-feito, que eu tenha feito bem o personagem naquela época, a passagem do tempo, inevitavelmente, será visível”, completou Paulo Betti.

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade