Paula recebe cafuné de Alan e comenta: “Estou no céu”

Publicado há 2 anos
Por Nayara Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Enquanto estavam conversando, Paula recebeu um cafuné de Alan nessa madrugada de terça-feira (26) no BBB19 . A sister, Paula e Isabella batiam papo na sala enquanto o brother fazia carinho na colega de confinamento.

Leia também: Elana e Isabella trocam farpas durante o Jogo da DiscórdiaElana e Isabella trocam farpas durante o Jogo da Discórdia

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Alan mexia nos cabelos da sister e fazia carinho. Nisso Paula brincou chamando Hariany: “Miga, estou no céu. Vou te ensinar para você fazer isso em mim”, pediu rindo. A goiana contou: “Um dia ele [Alan] fez isso e embolou o meu cabelo inteiro”, lembrou. A goiana ainda provocou: “Foi no começo do programa quando eu achava que a gente era amigo”, e Paula caiu na risada.

Veja mais: Tereza considera Hariany como sua decepção no BBB19

Gabriela entrou no assunto e brincou: “Se você faz isso no meu e te bato tanto”, e Alan deu risada da sister. O surfista continuou bagunçando o cabelo de Paula e Hari contou: “To lembrando de mim ontem com os cabelos pra cima”, disse com bom humor. Em seguida Paula lembrou do seu trabalho fora da casa.

Paula revela que beijou prima aos 15 anos: “Acho que sou gay”

Paula surpreendeu DanrleyGabriela e Hariany na tarde desta segunda-feira (25) na área externa da casa do BBB19. A sister revelou que beijou uma prima na adolescência e disse ter dúvidas de sua sexualidade. 

“Todo mundo falava que era linda. Conheci ela no aniversário da minha avó. Eu tava com meu namoradinho Tonhão, ele era inocente de tudo. Me mostraram quem era a menina, achei ela maravilhosa, a cara da Carolina Dieckmann. Eu fiquei olhando e curiosa, eu queria beijar ela”, iniciou Paula.

“O Tonhão foi ajudar a preparar as coisas para minha avó. Ele tava amarrando balão com a bunda de fora. Aí não teve jeito, chegou ela. Eu vendo aquela mulher maravilhosa e falei para o irmão dela que eu queria. Eu tinha 14 anos, não… eu tinha 15 anos. Ele falou alguma coisa com ela e eu não respondi nada. ‘Quem cala consente’, ele me disse”, continuou a sister.

“Eu fui dar uns perdidos no Tonhão, fui andando lá para fora. Ela chegou em mim, eu tremia. Gente do céu, a mulher com cigarro na boca e bebendo cerveja. Era um máximo, ela tinha uns 23 anos e já chegou me beijando. Eu peguei no cabelo e pensei: ‘Que delicado’. Não sabia mais o que estava fazendo”, contou.

+ ACOMPANHE TUDO SOBRE O BIG BROTHER BRASIL 19  

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio