Patrícia de Sabrit revela que foi prejudicada por recusar convite para a Casa dos Artistas

A atriz tinha gravado alguns capítulos de uma novela e foi removida

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Durante uma live em entrevista ao influencer Marcos Michalak, do canal Noveleiros Real, a atriz Patrícia de Sabrit surpreendeu ao fazer uma revelação sobre a época que trabalhou no SBT e gravou a novela Amor e Ódio entre 2021 e 2022.

Ela contou que foi convidada para a primeira temporada da Casa dos Artistas, em 2001, mas acabou recusando a possibilidade de entrar no reality show. Porém, essa decisão teria feito Silvio Santos tirá-la da novela mesmo após três semanas gravando a produção.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Gravei três semanas [a novela]. O Silvio achou que eu era muito menina pro papel. A novela foi gravada, era argentina, e a atriz que fazia lá era mais mulherão. E realmente eu era mais menina pro papel. Tudo foi montado em cima da minha personagem, com um par romântico com o Daniel Boaventura… E eu já tinha gravado três semanas”, recordou.

“Acho que tem um pouco a ver não ter aceito fazer a Casa dos Artistas, porque estava na lista dele. Eu fui a segunda a ser convidada. O Alexandre Frota foi o primeiro e vieram falar comigo em seguida. Vieram me dizer que eu era a segunda da lista. ‘O Silvio Santos quer que você esteja no projeto’. Eu não aceitei”, afirmou Patrícia, que teve apenas uma cena usada na abertura da trama.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio