Patrícia de Sabrit relembra gravações de Pérola Negra: “Fui parar no hospital, não conseguia parar de chorar”

Publicado há 5 anos
Por Redação
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Estrela de Pérola Negra, que mais uma vez está sendo reprisada pelo SBT, Patrícia de Sabrit falou com o iG sobre a experiência no folhetim e relembrou a rotina frenética de gravações.

“Foram seis ou sete meses de gravação de uma novela com duração de um ano. Fazia de 35 a 43 cenas por dia. Depois de quatro meses fui parar no (hospital) Albert Einstein com uma crise de estafa, não conseguia parar de chorar”, contou.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

De tão exausta, ela disse que recusou papel em Fascinação, do mesmo canal: “Eu estava fisicamente cansada e meu empresário na época achou que não valeria a pena fazer. Disseram para o Walcyr (Carrasco, autor) apenas: ‘ela não quis fazer’. Talvez hoje eu tivesse agido de outra forma, mas não fico nessa vibe de pensar como as coisas seriam se fossem diferentes. E acho que hoje o Walcyr nem lembra mais dessa história”.

FLAGRA! -> Ana Paula Minerato deixa bumbum à mostra

Por fim, Patrícia avaliou a atual situação das novelas. “As novelas hoje em dia estão pecando um pouco com excesso de realismo, as pessoas estão a fim de algo que fuja do dia a dia. E ninguém é 100% bom ou mau. A Pérola não é boazinha, mas a essência dela é boa, isso faz o público se identificar”, completou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio