Participantes do Big Brother dos EUA estão sendo acusados de racismo

Publicado há 3 anos
Por Cadu Safner
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O Big Brother americano não tem nem uma semana de programa e já vem causando polêmicas. Alguns participantes estão sendo acusados de racismo e assédio sexual pelos telespectadores da atração.

Veja também:  Menino do Rio! Ashton Kutcher curte praia de Ipanema

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Uma das participantes teria direcionado a palavra gueto para um outro participante que é afro-americano. “Meu estômago está tão escuro quanto Bay”, disse Rachel, uma das confinadas. E continuou: “Eu não posso pegar sol por dois dias seguidos…senão eu vou mudar as etnias”. E Ângela, uma outra participante respondeu: “Estou procurando um gueto com cor de pele.”

A emissora CBS não se pronunciou sobre o assunto. Outras situações nesses primeiros dias receberam acusações por parte do público. O participante JC Mounduix tem causado revolta após tocar as partes íntimas de outros participantes.

Proximidade com o Big Brother prejudica Power Couple Brasil

A direção da Record foi feliz ao fazer a estreia da terceira temporada do Power Couple Brasil apenas depois da conclusão do Big Brother Brasil, da Globo. Afinal, seria suicídio bater de frente com o reality show de Tiago Leifert, que teve uma bem-sucedida temporada neste início de 2018. No entanto, mesmo com este cuidado, a TV da Barra Funda não conseguiu evitar um “cansaço” no público, já que apenas alguns dias separaram a vitória de Gleici da apresentação de Marlon, André di Mauro e companhia, todos sob a batuta de Gugu Liberato.

Como dito anteriormente, o Power Couple veio com mudanças profundas nesta nova leva. A atração agora é exibida diariamente, com a competição acontecendo em tempo real (nas temporadas anteriores, o confinamento durava cerca de um mês, mas o programa era exibido por três meses). Com esta mudança, a edição passou a valorizar mais a convivência com os casais na mansão onde estão confinados. Na primeira temporada, o programa então apresentado por Roberto Justus era exibido apenas às terças-feiras, e os episódios dedicavam mais tempo aos games do que o cotidiano dos casais. Na segunda temporada, Power Couple ia ao ar às terças e quintas, aumentando o espaço da convivência, mas ainda valorizando mais o game.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio