Para proteger guardiões, Ondina enfrenta delegado Sampaio

Publicado há 2 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em O Sétimo Guardião, na Globo, Ondina (Ana Beatriz Nogueira) vai conversar com Sampaio (Marcello Novaes) sobre as mortes em Serro Azul. A ideia dela é que ele faça seu trabalho e possa encontrar o assassino em série, que sabe dos guardiões. A cafetina vai enfrentar o vilão e exigir que ele faça algo. Confira.

“Disseram que você queria falar comigo”, falará Sampaio. “Com você pessoalmente, não… Com o suposto delegado”. “Por que ‘suposto’, se fui nomeado e estou exercendo a função?”. “Porque não reconheço sua autoridade”. “Não quer reconhecer da pior forma, né?”. “Até hoje não entendi como isso foi possível…”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Vai me desacatar? Te dou voz de prisão agora!”. “Macho querendo cantar de galo não me assusta, até porque o assunto que vim tratar é sério!”. “Então, diga a que veio… Antes de ser expulsa”. “O senhor delegado vai tomar providências para proteger os que estão na lista de próximas vítimas do assassino… Ou prefere que a gente o denuncie em praça pública por causa de sua incapacidade para ocupar o cargo?”.

Ainda nesta cena de O Sétimo Guardião

 “’A gente’ vai me denunciar… A gente, quem, Ondina? Quem vai me apontar o dedo em praça pública? O que ainda resta de guardiães na irmandade?”. “Somos poucos, mas somos todos cidadãos. Nossa palavra tem peso nesta cidade”. “A sua, não acredito. Você não passa de uma cafetina! Pra maioria das pessoas é só uma mulher de vida fácil, uma desclassificada”.

“Eu sou comerciante! Sou a dona da única pousada na bosta desta cidade. E, na qualidade de dona do puteiro, tenho certeza que todos os homens daqui levam em conta minha opinião e me ouvem!”. De repente, Olavo (Tony Ramos) chegará. “Será mesmo? Não se preocupe, minha senhora, não vou insultá-la por causa de sua profissão ou de suas atitudes. Lá em cima ouvi o seu pedido”.

“Não foi um pedido, foi uma exigência!”, corrigirá Ondina. “E acho que está certíssima em fazê-la”. “Se ele é mesmo o delegado, então tem o dever de mostrar serviço”. “Pode ficar tranquila, Sampaio vai investigar a fundo estes dois homicídios… E os próximos. Mas, Deus queira que não aconteçam!”, falará Olavo.

E mais!

“Vai investigar… A não ser que o assassino seja ele mesmo”. Laura chegará: “Sampaio não é homem de requintes. Se quisesse matar alguém, tenho certeza que não iria usar veneno”. “É, mas tentaram matar Gabriel a tiros, não esqueça”, rebaterá Ondina. “Estou vendo que veio aqui disposta a me acusar, então eu lhe pergunto: tem alguma prova de que sou eu que ando por aí matando seus amigos?”.

“Se tivesse você estaria perdido… Porque aí seria eu mesma a lhe dar um tiro”. “Acho que os dois têm questões não resolvidas no passado… Mas não é agora que vão botar as diferenças em pratos limpos. Por favor, minha senhora, aceite minha palavra. O delegado provisório fará o impossível para descobrir quem é o assassino misterioso”, pontuará Olavo. “É tudo que eu quero. Aguardo suas notícias”, concluirá Ondina.

Mais Informações, curiosidades, sinopse, personagens e o resumo diário e atualizado dos capítulos da novela O Sétimo Guardião

Confira o resumo dos capítulos das outras novelas da TV Globo, SBT, Record TV e Band.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio