Paolla Oliveira minimiza ter tomado o protagonismo de Juliana Paes, em A Dona do Pedaço: “Todos temos momentos dentro da trama”

Publicado há um ano
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A atriz Paolla Oliveira disse que está muito feliz com os elogios que ganha ao interpretar Vivi, em A Dona do Pedaço. O sucesso da personagem é tão grande que o buzz em cima de sua trama é superior ao da protagonista oficial da novela, Maria da Paz, feita por Juliana Paes. Em entrevista, no Rio de Janeiro, a morena explicou como enxerga o fato de ter a personagem mais popular da TV na atualidade.

“Eu acho que tem momento, né? Todos temos momentos dentro da trama. O Walcyr faz isso muito bem. Por exemplo, tem blocos agora que está mais quieta a história, veio agora Chiclete e bombou. Eu acho que tem momentos. As pessoas gostam muito de enfatizar os momentos. Aí, falam isso, aqui. Daqui a pouco, falam outra coisa, falam de tudo o tempo inteiro e nada se estabelece, realmente. Eu fico muito feliz com os elogios”, explicou.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Questionada sobre as críticas ao caráter sensual de Vivi, Paolla falou sobre o julgamento mais conservador. “Mulheres são julgadas, pessoas são julgadas, os relacionamentos são julgados. Acho que toda vez que a gente colocar sob perspectiva vai ter um julgo, entendeu? Então, eu acho que a Vivi tem personalidade dela. Eu acho que ela é muito libertária, não é só uma menina que está ali de biquíni”, explicou.

A força do personagem

A atriz também abordou a questão do machismo, enfrentado com o ex-namorado da personagem, o Camilo (Lee Taylor). “Ela está também falando assim ‘olha, eu posso fazer. Meu namorado não quer? Então, vamos ver, deixa eu colocar na balança, ‘eu quero mais isso ou isso’. Ela tem as escolhas dela também. Então, eu acho que mais do que pensar em vulgaridade, em uma coisa assim, eu penso numa mulher que faz o que ela quer”.

No final, ela ainda pontuou a felicidade de fazer a Vivi e como a torcida contra só lhe dá força para encarar personagens desafiadores. “Hoje eu postei um vídeo, dizendo… No dia da minha primeira gravação, eu tenho tantas expectativas, estava até emocionada, eu tenho tanta vontade de que dê certo, mas eu tinha também as pessoas falando, assim como falaram lá trás ‘você não vai conseguir fazer uma lutadora”, concluiu.

*Em entrevista concedida ao jornalista André Romano

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio