Paolla Oliveira chega na série Assédio como amante do médico Roger Sadala

Publicado há um ano
Por Greicehelen Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na próxima sexta-feira
(31), o cerco começará a fechar para Roger Sadala (Antonio Calloni) na série Assédio. No inédito capítulo da produção
global, as denúncias das vítimas ganharão força na internet e uma amante surgirá
para arruinar o já abalado casamento do médico.

Linda e casada com um juiz, a procuradora Carolina, vivida por Paolla Oliveira, começa a fazer um tratamento para engravidar. Porém, logo ela se envolve com o médico e os dois passam a ser amantes. “O essencial para mim foi o entendimento sobre essa relação do Roger com Carolina, a relação de poder, confiança e paixão dos dois”, lembra a atriz.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Vera une forças com Eugênia

Vera (Fernanda D’Umbra)
procura um advogado, que não só se solidariza com o seu relato, como lhe revela
que já teve outra cliente vítima do médico. É então que ela conhece Eugênia (Paula Possani) e a convence a unir
vozes e, juntas, romper o silêncio que as sufoca. “Ele não vai parar. Ele pode estar fazendo a mesma coisa com outra
mulher agora
”, diz.

Vera e Eugênia
descobrem uma comunidade de outras vítimas na internet e decidem se juntar ao
grupo. A jornalista Mira (Elisa Volpatto)
não tarda a encontrar a união virtual de vítimas do médico e joga a isca em
busca de uma entrevista que comprove o que ela vem tentando investigar há anos:
Vocês precisam ser ouvidas e eu posso
ajudar
”.

Quem também precisa de ajuda é Stela (Adriana Esteves). Ainda internada em uma clínica, a professora
recebe uma linda e inesperada visita de Homero (Leonardo Netto), seu ex-marido.

Homero ( Leonardo Netto ) visita Stela ( Adriana Esteves ) na clínica. Homero ( Leonardo Netto ) dá de presente foto de Stela ( Adriana Esteves ) quando criança.

Já Maria José (Hermila Guedes) resolve não dizer nada sobre o ataque de Roger para Odair (João Miguel) e volta à clínica para implantar seus embriões. No entanto, o que ela não esperava, era que seu cunhado fosse contar tudo para o marido. Numa atitude machista, sem saber lidar com a situação, ele a culpa pelo o ocorrido e Maria José sofre outra agressão.

Os filhos de Sadala descobrem as denúncias

As denúncias feitas contra Roger na rede ganham força. Do lado de
dentro da clínica e da mansão Sadala, os pilares do chefe, pai e marido bem-sucedido,
começam a ruir. Tamires (Bianca Muller),
uma das filhas do médico, recebe o link e divide com os irmãos a preocupação
com a gravidade dos depoimentos online. Juntos, eles cobram do pai um
esclarecimento do que leram.

Com a saúde cada vez mais frágil depois que descobriu um câncer,
Glória (Mariana Lima) é poupada
pelos filhos da descoberta. Mas ela tem seus próprios métodos e designa a
recepcionista Daiane (Jéssica Ellen)
para ser seu braço direito dentro da clínica e vigiar os passos do marido.

Sem que ele saiba, instala câmeras de segurança no local e passa a acompanhar, ainda mais de perto, cada movimento dele. No entanto, a marcação cerrada não é suficiente para impedi-lo de começar um caso extraconjugal.

Tamires (Bianca Muller), Henrique (Gabriel Muglia), Leila (Sabrina Greve) e Clarice (Silvia Lourenço), filhos de Roger (Foto: Globo/ Ramón Vasconcelos)

As cenas fazem parte
do quinto episódio de Assédio, que
vai ao ar logo após o Globo Repórter. Primeira série
original da Globo desenvolvida com exclusividade para o Globoplay, Assédio é escrita por Maria Camargo, com Bianca Ramoneda, Fernando
Rebello e Pedro de Barros.

A direção artística é de Amora Mautner,
direção-geral de Joana Jabace e direção de Guto Botelho. A trama élivremente inspirada no livro A Clínica: A Farsa e os Crimes de Roger
Abdelmassih
, de Vicente Vilardaga.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais