Outros trabalhos de Jorge Salinas, o vilão galã de A que Não Podia Amar, já exibidos no Brasil

Publicado há um ano
Por Fábio Costa
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Jorge Salinas deu muito certo em cena com Ana Brenda Contreras em A que Não Podia Amar, atualmente exibida pelo SBT em suas Novelas da Tarde. De modo que o público passou a torcer para que os personagens dos dois, Rogério e Ana Paula, ficassem juntos no final, ao invés da jovem terminar ao lado do engenheiro Gustavo (José Ron). Hoje vamos recordar outros trabalhos de Jorge Salinas já exibidos no Brasil.

Vovô e Eu: primeira novela com Jorge Salinas exibida no Brasil

O SBT exibiu sua primeira novela com Jorge Salinas em 1992. Vovô e Eu é um original de Lorena Salazar e Eduardo Quiroga. Embora geralmente espere o término da exibição das novelas no México para só então exibi-las no Brasil, o SBT estreou Vovô e Eu quando ainda faltava um mês para o último capítulo ir ao ar na terra natal da produção. Gael García Bernal, Ludwika Paleta e Jorge Martinez de Hoyos interpretaram os personagens principais. O personagem de Jorge Salinas era Ernesto.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Valéria e Maximiliano

A Rede Manchete exibiu entre novembro de 1992 e abril de 1993 essa novela produzida pela Televisa. Com efeito, um fato inusitado na trajetória da emissora, extinta em 1999. Jorge Salinas interpretou Damián Souberville na história, protagonizada por Letícia Calderón (Valéria) e Juan Ferrara (Maximiliano). A novela estreou no México na última semana de 1991, de modo que foi ao ar simultaneamente com Vovô e Eu. Só para ilustrar, a Manchete recorreu a expedientes como esse (a exibição de novela estrangeira dublada) numa fase de transição, quando a emissora vivia sérios problemas.

Maria Isabel

Após uma reprise de Vovô e Eu na hora do almoço em 1996, os telespectadores brasileiros só reencontraram Jorge Salinas em novembro de 2000. A Tarde de Amor do SBT exibiu na ocasião Maria Isabel, produzida em 1997 no México e protagonizada por Adela Noriega no papel-título. Ela vivia uma índia, cujos modos e origem dificultavam a felicidade ao lado do marido branco e requintado, Ricardo (Fernando Carrillo). Aqui o Rogério de A que Não Podia Amar interpretou o personagem Rubem.

Mariana da Noite

Entre 2003 e 2004, os telespectadores mexicanos puderam acompanhar a novela Mariana da Noite, de Delia Fiallo. Esse remake de uma história dos anos 1970 foi exibido pelo SBT em 2006, num hiato de suas produções. Jorge Salinas foi o protagonista masculino da trama, Inácio, que buscava suas raízes. Alejandra Barros foi sua mocinha, a Mariana do título. Exibida na faixa das 20h, a novela não teve boa audiência e foi acelerada. Seus 135 capítulos originais foram condensados em 100 no Brasil. A saber, Mariana da Noite substituiu Os Ricos Também Choram (2005/06), em sua versão brasileira adaptada por Marcos Lazarini, Aimar Labaki e Gustavo Reiz. Posteriormente, Silvio Santos colocou no ar a novela Cristal (2006).

Meu Coração É Teu: substituta de A que Não Podia Amar também tem Jorge Salinas no elenco

Novela Meu Coração é Teu foi exibida pelo SBT (Divulgação)

A que Não Podia Amar já está na reta final e terminará no mês de novembro. No entanto, Jorge Salinas não sairá da tela do SBT. A substituta no horário será Meu Coração É Teu, também protagonizada por ele, aqui ao lado de Silvia Navarro. E já apresentada pela emissora de Silvio Santos em 2016. De maneira que, dos quatro horários destinados a novelas pelo SBT a partir de novembro, se nada mudar nesse ínterim, apenas um será ocupado por uma produção inédita. No caso, As Aventuras de Poliana, às 20h50min.

Em Meu Coração É Teu, Jorge Salinas interpreta Fernando Lascuráin, um viúvo que tem sete filhos e sofre com a ausência da esposa. Para ajudá-lo a cuidar de todos eles e suprir em parte a ausência de uma mãe, Fernando precisa de uma boa babá. E encontra na jovem Ana (Silvia Navarro) essa figura. Os dois são bastante diferentes um do outro, mas já ao se conhecerem são obrigados a reconhecer que a atração é inegável.

Ana é namorada do inconsequente Johnny (Adrián Uribe). Todavia, no decorrer da história Fernando tem que disputá-la com o irmão mais novo, Diego (Pablo Montero). Outro obstáculo para o romance de Fernando e Ana é Isabela (Mayrín Villanueva), filha de Yolanda (Carmen Salinas). Esta preparou a filha durante toda a vida para um dia se casar com um excelente partido como Fernando. Só que ninguém contava com a presença da bela e cativante Ana. Ademais, ela ainda por cima conquista os sete filhos do patrão.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais