Os Trapalhões têm encontro com versões falsificadas de cantores famosos

Publicado há 3 anos
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Banda Cassis, Elvislázio Prestes e o Rei…nato. Essa turma de ídolos da música, completamente fake, estará no quarto episódio de Os Trapalhões neste domingo, dia 8. Dedeco (Bruno Gissoni), Mussa (Mumuzinho), Zaca (Gui Santana) e Didico (Lucas Veloso) partem para o ponto de ônibus com o objetivo de ir para Nova Iorque, mas encontram alguns obstáculos no caminho. Além de perceberem que não será tão fácil chegar no seu destino final, eles esbarram em mais alguns cantores, também em versões “falsificadas”, como o Elvislázio Prestes (Dedé Santanna) e Reinato Carlos (Renato Aragão).

Leia também: Julia Dalavia conta que está tendo dicas com o pai para viver uma advogada em O Outro Lado do Paraíso

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em outra esquete, Dedeco, Didico, Mussa e Zaca encaram tudo de cabeça pra baixo como quatro morcegos. “Não está fácil pra ninguém”, diz Zaca. “Nem me fala! Mês passado eu mordi uma mulher com zica. Quase morri”, responde Dedeco. “Vocês estão reclamando de barriga cheia. A vida anda tão dura pra mim que eu tive que arrumar um segundo emprego, como vigia diurno”, completa Didico, que, depois de reclamar, bola um plano para resolver dois problemas de uma só vez. “Olha. Eu tenho um plano: vamos roubar um banco de sangue”, sugere.

Os Trapa Men voltam, mas, desta vez, a reunião entre Homem Morcega (Dedé Santana), Capitão Ferrugem (Lucas Veloso), Menino Perereca (Bruno Gissoni), Turbo Boy (Mumuzinho), Incrível Muque (Gui Santana) e Piolho Prateado (Nego do Borel) não será em uma atmosfera pacífica. A Liga da Justiça entra em clima de protesto na reunião de condomínio e decide fazer uma votação para que o Super Super (Renato Aragão) deixe imediatamente o cargo de síndico do prédio. Ele até tenta se redimir, mas o grupo está exaltado, gritando palavras de ordem com cartazes de “Fora, Super”. Irritado, o Super Super também se exalta. “Audácia da pilombeta! Isso é golpe! Golpe”, esbraveja.

Os Trapalhões tem direção geral de Fred Mayrink, redação final de Péricles Barros, supervisão de texto de Mauro Wilson e vai ao ar aos domingos, após o ‘Esporte Espetacular’.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio