Os Dias Eram Assim: Gustavo protesta em condecoração a Amaral

Publicado há 4 anos
Por Endrigo Annyston
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Vim prestar minha homenagem ao grande delegado Amaral, conhecido nos porões dos anos de chumbo desse país”, ironiza Gustavo (Gabriel Leone), após abrir uma faixa com dizeres críticos ao seu antigo algoz, vivido por Marco Ricca em Os Dias Eram Assim. A confusão promovida pelo irmão de Renato (Renato Góes) na cerimônia de condecoração de Amaral é um dos destaques do episódio que vai ao ar nesta sexta-feira, 30. Susana Viera, a Cora, Daniel de Oliveira, o Vitor, e Sophie Charlotte, a Alice da supersérie, participaram da gravação das sequências.

A balbúrdia se inicia quando Amaral sobe ao palco do Clube de Militares para receber a medalha Guerreiro da Paz. Inconformado com a honraria que foi entregue ao delegado, Gustavo arma para atrapalhar o momento de glória. Com sons de apito, ele interrompe o discurso de Amaral. A namorada, a jornalista Cátia (Bárbara Reis), registra a confusão em fotos. “Tirem esse moleque daqui”, enfurece-se. “Essa gentinha não dá sossego, que absurdo”, protesta Cora (Susana Vieira). Preocupada com Gustavo, Alice (Sophie Charlotte) segue atrás dele.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Gabriel Leone relata como foi o tiroteio que aconteceu durante as gravações de Os Dias Eram Assim

Após o tumulto, Gustavo é detido e levado para fora do clube. E resta a Renato (Renato Góes) e Rimena (Maria Casadevall), que surgem no local em busca do músico, tentar tirá-lo de lá a salvo.

De Angela Chaves e Alessandra Poggi, ‘Os Dias Eram Assim’ tem direção artística de Carlos Araújo e direção geral de Carlos Araújo e Gustavo Fernandez.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio