Os Dias Eram Assim: Amaral comete atentado em lançamento de livro

Publicado há 3 anos
Por Endrigo Annyston
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Os Dias Eram Assim, a reunião para o lançamento do livro com depoimentos de vítimas da Ditadura acaba em um atentado. E é o ex-delegado Amaral (Marco Ricca) o mandante do crime, que assusta os participantes do evento idealizado por Gustavo (Gabriel Leone) e pela professora Natália (Mariana Lima). Durante o encontro, Natália e Gustavo acusam Amaral de atrocidades cometidas na época em que ambos foram detidos, acusados de subversão.

Na sequência que vai ao ar a partir desta quinta-feira, 3, Amaral fica de tocaia na parte externa da faculdade e dá a orientação para um agente invadir o espaço, de carro, interrompendo o seminário e causando uma explosão. Ernesto (José de Abreu) está no palco dando seu depoimento quando tudo acontece.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

É Renato (Renato Góes), que vai ao lançamento para prestigiar o irmão, quem impede que ocorra uma tragédia maior. Pouco antes, o médico percebe uma movimentação estranha. E vai atrás do agente que lança o carro com explosivos. “Quem é você, pilantra, quem te mandou aqui?”, questiona Renato, ao derrubá-lo. Após o susto, Ernesto aparece para ajudá-lo, mas é rendido por outro comparsa do invasor. Os dois fogem sem serem pegos, para alívio de Amaral.

De Angela Chaves e Alessandra Poggi, ‘Os Dias Eram Assim’ tem direção artística de Carlos Araújo e direção geral de Carlos Araújo e Gustavo Fernandez. A supersérie vai ao ar nesta quinta-feira após ‘A Força do Querer’.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais