Orgulho e Paixão: Rômulo se recusa a perdoar Brandão

Publicado há 2 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Orgulho e Paixão, na Globo, Rômulo (Marcos Pitombo) descobriu que seu amigo Brandão (Malvino Salvador) teve um caso com sua mãe Josephine (Christine Fernandes). O médico se sentiu enganado e não está disposto a perdoar tão logo o coronel. Nem mesmo depois de uma conversa franca. Confira.

“Depois daquele dia, não vi mais Josephine. Mas a imagem dela encharcada, desesperada… implorando que eu nunca revelasse que estava viva… Me acompanhou por muito, muito tempo. Por lealdade a ela, por amor… Cumpri uma promessa que nunca devia ter feito”, explicará Brandão.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Margareth vai atrás de Darcy e Elisabeta no Vale do Café, em Orgulho e Paixão, na Globo

“Ponha-se no meu lugar. Como estaria se sentindo, se estivesse na minha situação?”, questionará. “Traído, enganado. Com toda razão. Rômulo, vou entender se nunca mais quiser pôr os olhos em mim. Os Benedito já o acolheram, não quero ser um entrave. Se Mariana concordar, depois do casamento peço transferência pra outro Estado e com o tempo… Vou me tornar apenas uma lembrança desagradável, que de vez em quando vai lhe incomodar”.

Mesmo ferido Rômulo não radicaliza

“Não, não é justo afastar Cecília da irmã que ela adora. Sofri muito quando Edmundo foi pro exterior… depois que nossa mãe sumiu”, avaliará Romulo. “Ele era tão jovem. Sofreu demais, eu sei”, concordará o coronel.

“Não vou submeter minha mulher à mesma dor. Sou louco por ela, e nem sei do que seria capaz pra protegê-la… Que loucuras e erros seria capaz de cometer. Pelo que entendi, não foi uma ligação leviana. Você amou minha mãe”.

“Um amor sem medidas. Era jovem, inexperiente, me entreguei de uma forma… Quando Josephine foi embora, fiquei devastado. Pelo vazio que ela deixou… e pela culpa. Você me chamou de hipócrita. Não é verdade. Fui fraco. Mas tenho repulsa pela mentira, pela falsa virtude. Não imagina o desprezo que sentia por mim mesmo, primeiro por ter me envolvido com uma mulher casada. Depois, por guardar esse segredo terrível”, contará Brandão.

“Acredito, entendo… mas perdoar, não consigo, não sei se algum dia vou conseguir. O senhor expôs suas fraquezas. Talvez o rancor seja a minha”, concluirá Romulo, deixando Brandão arrasado.

Ainda em Orgulho e Paixão

Em Orgulho e Paixão, na Globo, Margareth (Natália do Vale) armou para Elisabeta (Nathalia Dill) ser presa. Mas as provas, que estavam sob posse do delegado Kléber (Carlos Betão), sumiram. Ao perceber que pode estar perdendo seu trunfo contra a protagonista e o galã Darcy (Thiago Lacerda), ela ficará furiosa. Confira.

“As provas sumiram? Devo ter entendido errado!”, falará já irritada. E continuará: “Como isso aconteceu? Quem roubou as provas?”. “Acho que foi a criada de Susana… Petúlia”, falará Kléber. “Então, está tudo com ela, com Susana! A traiçoeira me deixou de mãos atadas. Mas o que está planejando, por que desapareceu?”, se perguntará. “É estranho, mesmo… Já estou investigando, mas até agora nada. Vou dobrar os esforços”.

“Se fizer com a mesma competência que mostrou pra guardar provas, Susana não aparece nunca mais! Saia, seu lacaio de quinta! Você me enoja! Terra de bugres! Província dos infernos!”, concluirá Margareth.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio