Orgulho e Paixão: Rômulo fica arrasado ao saber do romance de Josephine e Brandão

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Orgulho e Paixão, na Globo, Uirapuru (Bruno Gissoni) decidiu revelar a Rômulo (Marcos Pitombo) o romance de Brandão (Malvino Salvador) com Josephine (Christine Fernandes). O médico, então, descobriu que um de seus melhores amigos foi amante de sua mãe e, pior, sabia que ela estava viva. Enquanto isso, todos acreditavam que ela estava morta. Confira.

“Que loucura é essa que está falando, seu cafajeste, mentiroso, desgraçado!”, reagirá Rômulo, sem acreditar no que ouviu. “Por que não pergunta ao Coronel se é verdade ou não? Ele está ao seu lado”, insistirá Uirapuru. “Não vou perguntar nada, vê lá se vou dar ouvidos aos seus estratagemas, cretino! Saia daqui antes que eu perca a cabeça!”. “O recado está dado”, concluirá Uirapuru.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Uirapuru diz a Rômulo que Brandão e Josephine são amantes, em Orgulho e Paixão, na Globo

Na sequência, o poeta irá embora e Rômulo continuará indignado: “Esse pilantra não tem limites? Veja o que inventou pra tentar nos jogar um contra o outro: você, amante da minha mãe!”. “O Uirapuru não mentiu”, afirmará Brandão, mortificado. “O que está dizendo?”, perguntará o médico. “Eu e Josephine… E sua mãe… tivemos uma relação… Não há mais nada entre nós, acabou há dez anos, quando ela fugiu”, explicará.

Rômulo fica surpreso e chateado

“Vocês eram amantes… Minha mãe traía meu pai com você?!”, perguntará já chocado. “Infelizmente , não é só isso. Eu… sempre soube que ela estava viva. Nunca disse nada porque sua mãe me fez prometer que não contaria a ninguém”. “Esse tempo todo… você deixou que eu e meu irmão acreditássemos que mamãe havia morrido?!”.

“Você não sabe como me senti mal por isso… Mais ainda agora, que estamos tão próximos… Mas, entenda, sua mãe me colocou numa situação delicada…”. “O que há de mais delicado do que deixar dois filhos sofrerem por dez anos, acreditando que a mãe morreu afogada?”, questionará Rômulo. “Foi pra isso que vim aqui hoje: pra contar toda a verdade. Juro que hoje eu ia…”. “Ah, não, Coronel! Não faltaram chances de contar… Se não fosse o Uirapuru, a verdade nunca teria vindo à tona. Não consigo nem mais olhar na sua cara, seu hipócrita!”, concluirá arrasado.

Ainda em Orgulho e Paixão

Em Orgulho e Paixão, na Globo, Margareth (Natália do Vale) armou para Elisabeta (Nathalia Dill) ser presa. Mas as provas, que estavam sob posse do delegado Kléber (Carlos Betão), sumiram. Ao perceber que pode estar perdendo seu trunfo contra a protagonista e o galã Darcy (Thiago Lacerda), ela ficará furiosa. Confira.

“As provas sumiram? Devo ter entendido errado!”, falará já irritada. E continuará: “Como isso aconteceu? Quem roubou as provas?”. “Acho que foi a criada de Susana… Petúlia”, falará Kléber. “Então, está tudo com ela, com Susana! A traiçoeira me deixou de mãos atadas. Mas o que está planejando, por que desapareceu?”, se perguntará. “É estranho, mesmo… Já estou investigando, mas até agora nada. Vou dobrar os esforços”.

“Se fizer com a mesma competência que mostrou pra guardar provas, Susana não aparece nunca mais! Saia, seu lacaio de quinta! Você me enoja! Terra de bugres! Província dos infernos!”, concluirá Margareth.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio