Orgulho e Paixão: Josephine explica a Edmundo por que sumiu

Publicado há 3 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Orgulho e Paixão, na Globo, os personagens ainda estão sob o impacto do retorno de Josephine (Christine Fernandes). Edmundo (Nando Rodrigues), por exemplo, passou por mal bocados quando acreditou que a mãe havia morrido. Agora, ele está feliz de vê-la, mas também está tentando compreender o que ocorreu. Confira.

“Não saiu desse quarto ainda? Sempre foi assim, sensível… Meu pequeno. Podemos conversar?”, perguntará Josephine. “Senti tanto sua falta, mamãe… Minha vida desmoronou depois que você desapareceu”, responderá Edmundo. “Eu sei, meu amor… Mas sei também que sua imensa sensibilidade lhe permitirá compreender sua mãe. Casei tão cedo, tinha 16 anos. Mal conhecia seu pai. Não sabia do que era capaz”, explicará.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Julieta decide contar a Camilo sobre casamento falso, em Orgulho e Paixão, na Globo

“Se tinha tanto medo do Almirante, se o achava tão canalha… como pôde nos deixar para trás sob a guarda dele?”, questionará. “Tibúrcio sempre foi melhor pai que marido. Sabia que vocês estariam resguardados! Mas não sou infalível e nunca tentei ser a mãe perfeita. Apenas uma mãe que pudesse ser lembrada por meus filhos, como vejo que de fato fui. E veja, estou de volta! Temos a vida inteira pela frente agora!”, responderá Josephine.

Ainda em Orgulho e Paixão: Aurélio repreende Edmundo por causa de Ema

Em Orgulho e Paixão, na Globo, Aurélio (Marcelo Faria) não está nada contente com o noivado de Ema (Agatha Moreira) e Edmundo (Nando Rodrigues). O rapaz deu um vexame durante a festa de noivado e acabou decepcionando a todos. Mas, no dia seguinte, ao procurar Ema, para pedir desculpa, ele se deparará com o pai da noiva. Confira.

“Que espetáculo deprimente o senhor nos ofereceu ontem à noite. Se apresentar bêbado no baile de noivado! Dizer o que disse de si mesmo, que ama outra, já seria humilhação suficiente pra minha filha. Mas não se contentou, achou pouco! Tingiu os sentimentos mais delicados de Ema com as tintas do escândalo, e exibiu para a cidade inteira!”, reclamará Aurélio.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio