Orgulho e Paixão: Fani pede perdão a Cecília e explica por que a torturou

Publicado há 3 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Orgulho e Paixão, na Globo, Cecília (Anaju Dorigon) sofreu muito por causa de Fani (Tammy Di Calafiori). A empregada quase fez a moça acreditar que estava louca. Tudo não passava de uma vingança por ter sido rejeitada pela família, quando Edmundo (Nando Rodrigues) foi embora. Agora, ela pedirá desculpas à esposa de Rômulo (Marcos Pitombo). Confira.

“Eu sei que a torturei, não existe outra palavra pro que eu fiz. Mas estou muito arrependida… Acha que é capaz de me perdoar?”, perguntará. “Sofri tanto, Fani. Se conseguisse pelo menos compreender por que fez tudo aquilo comigo…”, responderá Cecília. “Acho que… via na senhora a mulher que eu poderia ter sido, casada, feliz.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Olegário surpreende e revela tramoias de Susana a Julieta, em Orgulho e Paixão, na Globo

Enquanto eu me perdi dentro da solidão, da amargura… A sensação de estar presa entre dois mundos: não me sentia mais uma Pricelli, mas também não pertencia à mansão: o Almirante fez questão de deixar isso muito claro depois que Dona Josephine partiu”.

Rômulo desconfia de Fani

“Mas eu lhe estendi a mão. Pedi que não me chamasse de senhora, tratei como amiga”, rebaterá Cecília. “Mas pra mim a senhora tinha se aliado a eles, aos Tibúrcio, que tanto tinham me feito mal… Mesmo doutor Rômulo…”. “Fani? O que está fazendo aqui?”, questionará Rômulo, ao chegar.

“Já estou de saída… com licença”, responderá. “O que ela queria com você? Não tenho confiança em Fani. Não consigo ter”, dirá Rômulo. “Um estranho pedido de perdão, acho”, responderá Cecília, encerrando a conversa.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio