Orgulho e Paixão: Elisabeta tira satisfação com Ema

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Elisabeta (Nathalia Dill) não engolirá tão fácil o fato de Ema (Agatha Moreira) ter escondido algo dela, em Orgulho e Paixão, na Globo. Com isso, ela se sentirá traída pela amiga e vai ter uma conversa com ela. Ema, por sua vez, não se sentirá acuada e vai explicar que teve seus motivos.

“Que que foi… Elisabeta? O que houve?!”, dirá surpresa com a visita da amiga. “Você sabia o que Darcy pensava sobre Jane, Ema. Sobre a minha família! E mesmo assim, você deixou ela subir naquele tablado pra ser humilhada. E pior! Você nunca me contou. Eu, sua melhor amiga! Por que, Ema?!”, questionará.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Disfarçado, Brandão impede furto em Orgulho e Paixão

“Calma, Elisabeta”, dirá. “Calma, não. Você passou esses últimos dias me vendo sofrer por não saber se eu podia ou não confiar em Darcy, e não disse uma única palavra!”, argumentará Elisabeta.

“Eu queria contar, eu juro! Tanto é que procurei Darcy e praticamente o intimei a falar a verdade pra você!”, revelará Ema. “E por que eu não podia ouvir da sua boca? Por que você esperou todo esse tempo pra falar com ele?” afirmará.

“Porque eu tive medo, Elisabeta. Medo de você nunca mais querer olhar na cara de Darcy”. “E com razão, não acha?! O que ele pensa sobre a minha irmã é um absurdo…”. “Pensava. Foi só um mal-entendido… Você tem que se acalmar, Elisabeta. Pensa no lado de Darcy. Quando um homem de posses começa a namorar uma mulher mais… Com menos posses, é necessário ter certeza das intenções dela…”, apaziguará.

“Eu não acredito que estou ouvindo isso”, rebaterá Elisabeta. “Só estou tentando te ajudar, Elisabeta, você não tem como saber…”. “Não tenho mesmo. Deve ser muito difícil ser rica, não, Ema? Desconfiar das intenções das pessoas ao seu redor o tempo todo… Será que sou sua amiga porque gosto de você ou porque gosto do seu dinheiro?”.

“Pare com esse absurdo!”, ordenará Ema. “E se eu sou só uma caipira e ele é um lorde inglês, por que você queria tanto proteger meu namoro com Darcy?”. “Vou ignorar a sua provocação. Elisabeta, sejamos sinceras. Eu nunca te vi mexida assim por homem nenhum. E eu não sei se existe outro no mundo capaz de te deixar assim, tão… apaixonada. Darcy pode ser sua última chance de felicidade, minha amiga”.

“Isso é porque você só vê o mundo por esse ângulo! Acha que felicidade depende de um homem. Pois você deve ser muito infeliz então”. “Chega! Pare de falar que sou infeliz porque não tenho um homem. Pois tenho dois homens que precisam de mim: meu pai e meu avô!”, argumentará Ema.

“Você tem é medo de se machucar, isso sim! Mas, pelo visto, não se importa de ver os outros sofrendo. Estou muito decepcionada com você”, avisará.

“Se quer ficar assim comigo, que fique. Mas deixe eu te dar um último conselho: a conversa que tive com Darcy deixou uma coisa clara. Ele te ama. E se você deixar isso passar, estará sendo muito burra”, afirmará Ema. “Eu não quero mais seus conselhos”, concluirá a mocinha.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio