Orgulho e Paixão: Elisabeta diz que Darcy terá que compreender seus sonhos

Publicado há 3 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Elisabeta (Nathalia Dill) se mostra cada vez mais independente, em Orgulho e Paixão, na Globo. A mocinha está descobrindo o mundo e, agora, recebeu a oportunidade de trabalhar na fábrica da família de Ludmila (Laila Zaid). Porém, ela ainda não conversou com Darcy (Thiago Lacerda) sobre o tema, mas já disse que ele terá que entender quem ela é se quiser que fiquem juntos. Confira.

“Quantas moças trabalhando! É curioso olhar para cada uma delas e imaginar que deixaram suas casas e famílias para estarem aqui, tantas horas por dia”, dirá Elisabeta empolgada. “Também pensa nisso quando vê os homens em seus postos de trabalho?”, indagará Ludmila.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Camilo se arrepende, escolhe Jane, Julieta é humilhada e jura vingança ao filho, em Orgulho e Paixão

“Não. Porque nasci vendo meu pai trabalhar fora. E, diferente dessas mulheres que necessitam trabalhar pra ganhar seu pão, eu preciso trabalhar por mim, porque não quero limitar meus horizontes. Porque, mesmo estando longe de ser rica, de onde venho, uma mulher trabalhar é um desejo e não uma necessidade vital”.

“Pode não ser uma necessidade de subsistência do corpo, mas é da alma. É o meu caso”, explicará Ludmila. “Sem alma, o corpo é só um esqueleto que anda, não?”. “Você acha que sua família vai ser contra?”, perguntará Ludmila. “Minha mãe será contra tudo que possa me afastar do destino de boa esposa, mãe zelosa e grande mulher do lar. Mas isso não me assusta, eu sempre fui um tanto inadequada à cartilha dos Benedito. E ao tamanho do Vale do Café”.

“E Darcy? Acha que ele já vê com bons olhos seu desejo de independência?”. “Nossa relação é essa loucura de vai e vem… Se me quer terá que entender quem eu sou, quem quero ser!”, avisará a protagonista. “E quem minha amiga quer ser por trás desta sina Benedito?”. “Quero ser tudo que ainda não fui”. “Contratada! Assim que você conseguir escapar do Vale do Café, o cargo é seu, seja ele qual for!”, concluirá aos risos Ludmila.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio