Orgulho e Paixão: Após a morte do pai, Ernesto é consolado pelo sogro: “Saiba que você tem um segundo pai aqui”

Publicado há 2 anos
Por Henrique Carlos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nos próximos capítulos de Orgulho e Paixão, Gaetano (Jairo Mattos) será morto por Virgílio (Giordano Becheleni) após uma confusão e sua família ficará desolada. Após acontecer o tiro, Luccino (Juliano Laham) prontamente resolverá procurar ajuda, mas Gaetano o impedirá. “Não há mais tempo. Cuidem da mamma”, pedirá o senhor, morrendo em seguida. Luccino e Ernesto (Rodrigo Simas) então se abraçam, chorando.

Leia também: Clima esquenta na oficina entre Luccino e Otávio

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ernesto e Ema (Agatha Moreira) entram cabisbaixos no salão da fazenda ouro verde, enquanto Aurélio (Marcelo Faria) e o Barão (Ary Fontoura) os aguardam. “Viemos te ver, Ernesto. Sentimos muito pela morte de seu pai.”, diz Aurélio se levantando. “Apesar do touro empacado e indomado que ele era como você havia me contado. Mas perder um pai é como trocar de pele, carcamano. Por isso, sei bem que o senhor está em carne viva agora. Então, não precisa bancar o durão pro seu amigo. Apesar dessa dor ardida e profunda, o italiano suporta o meu abraço?”, diz o Barão que em seguida abraça Ernesto que chora.

Abraço de pai…

Ema comenta que avisou Ernesto que ele não está sozinho e seu pai confirma. “De jeito nenhum. Saiba que você tem um segundo pai aqui. Caso aceite meu afeto, de sogro orgulhoso do genro que tem.”, afirma Aurélio abraçando Ernesto. “Tem também um avô batuta! Mas isso inclui exigências e puxões de orelha. Está pronto para voltar ao trabalho? Não terá regalias por ser meu protegido.”, bate no peito o Barão.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais