Mar do Sertão

Odiada e linchada pelos poderosos de Canta Pedra, Candoca vira heroína e é ovacionada pelo povo da cidade, em Mar do Sertão

A médica dá uma de jornalista e escreve um texto bombástico relatando os desmandos e crimes que acontecem na região

Publicado em 16/12/2022

Diz o bom e velho ditado que um dia a casa cai, a paciência esgota e o limite acaba. Pois é tudo isso junto que acontece com a equilibrada e justa Candoca (Isadora Cruz) nos próximos capítulos de Mar do Sertão, trama de Mário Teixeira, exibida na faixa das 18h da Globo.

Contratada por Eudoro Cidão (Érico Brás) para trabalhar no jornal de Canta Pedra, escrevendo artigos pertinentes e de interesse da população local, a noiva de José (Sergio Guizé) se cansa dos absurdos constantes que acontecem na cidade e sempre prejudicam o povo.

Candoca também chega ao limite com os desmandos dos mais poderosos que estão sempre querendo resolver as coisas em benefício próprio. E um dia a médica acorda virada no Jiraya e resolve usar o poder da imprensa para acusar todos os caciques da região. E a médica não poupa ninguém, fazendo graves denuncias.

Mas, toda ação tem sempre uma reação e quando o artigo de Candoca ganha as ruas na manchete principal da Gazeta de Canta Pedra, uma rebelião acontece na cidade. Ao ler o texto Deodora (Débora Bloch) surta de tanto ódio, afinal o nome dela também está lá.

Mais efusivo, Coronel Tertúlio (José de Abreu) procura a ex-nora e lhe faz ameaças, enquanto Ismênia (Ana Miranda) ao ver a ira do patrão, teme até pela vida da médica. Como sempre dramático e performático, Sabá Bodó (Welder Rodrigues) desmaia ao ouvir o que diz o artigo de Candoca.

Até a esnobe Laura (Eli Ferreira) fica preocupada com a repercussão da matéria que cita também a JM Chaddad. Uma confusão enorme é armada na prefeitura e os poderosos citados no artigo exigem que Jessilaine (Giovanna Figueiredo) tome uma atitude.

Corajosa, a prefeita manda prender todo mundo por desacato. E em meio a toda essa confusão e muito ódio destilado, Candoca vira uma heroína para o povo sofrido da cidade. A população ovaciona a mãe de Manduca (Enzo Diniz) e aplaude a coragem da médica.

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade