O Tempo Não Para: Zelda diz para Pedro Parede que Marocas está vivendo no cortiço

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nos próximos capítulos de O Tempo Não Para, Zelda (Adriane Galisteu) pedirá para Pedro Parede (Wagner Santisteban) fazer uma matéria em relação ao ‘descobrimento’ de Cairu (Cris Vianna) para o universo fashion. “Faça essa matéria e será o descobridor dela, todo mundo vai lembrar que você apresentou a Cairu para o mundo!”, pedirá a estilista falida. “Ok, ela é deslumbrante, pode virar um fenômeno! Mas o preço ainda é alto! Vou associar a minha imagem a uma condenada da justiça!”, dirá Parede, se referindo à prisão recente de Zelda, por exploração de trabalho escravo. “É de mim que cê tá falando, animal!”, acrescentará Zelda. “Você explorou mão de obra escrava! E a minha reputação, como é que fica?”, concluirá o jornalista, que não tem uma reputação tão limpa assim.

Leia: O Tempo Não Para: Após quase morrer, Samuca deixa o hospital: “Aliás, já deu de hospital, né?”

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Fofoqueira em O Tempo Não Para

Zelda afirmará que o jornalismo que ele faz é extremamente sensacionalista. “Seu traste, tem coragem de falar em reputação!? Cê é mais sujo que banheiro de balada!”, concluirá Zelda. A estilista ainda irá propor uma troca com o jornalista: dará uma informação importante (sigilosa) para ele; e em seguida, ele produzirá uma matéria da ‘congelada’ que se transformará em uma grande modelo do Brasil e do mundo. “Tá, tá bem… Cê não merece, mas eu vou te dar um bafo que a Betina (Cleo) me passou. Tô certa que cê vai adorar”, finalizará Zelda. A estilista revelará para Parede onde Marocas está morando: no cortiço. O jornalista ficará empolgado com a informação.

Leia: O Tempo Não Para: Elmo diz para Samuca que ele corre risco de vida: “Alguém tá querendo que você suma do mapa”

O Tempo Não Para é uma novela escrita por Mario Teixeira, com colaboração de Bíbi Da Pieve, Marcos Lazarini e Tarcísio Lara Puiati, com direção artística de Leonardo Nogueira e direção geral de Marcelo Travesso e Adriano Melo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio