O Tempo Não Para: Samuca decreta crise na Samvita: “As coisas estão bem complicadas”

Publicado há 2 anos
Por Clara Ribeiro
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nos próximos capítulos de O Tempo Não Para, Samuca (Nicolas Prattes) colocará a Samvita, em recuperação judicial. Vanda (Lucy Ramos) ficará apreensiva com a decisão do empresário.

Leia mais: O Tempo Não Para: Dom Sabino volta para os braços de Carmen: “Ao seu lado, sinto-me eterno”

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Samuca, as coisas estão bem complicadas. Nós vamos precisar tomar uma decisão. A Samvita deve pedir a recuperação judicial com urgência ou tudo vai se acabar, Samuca. E dessa vez, pra sempre. Tem certeza disso? E o seu nome, sua reputação?”, relatará a empresária, com a voz embargada.

Samuca não voltará atrás em relação a sua decisão. “Tô me lixando pra isso, Vanda. Sei muito bem quem eu sou. Nunca roubei a ideia de ninguém, muito menos do meu pai”, pontuará o jovem.

“A fórmula do Livaldo era uma piada que não servia pra nada. De igual à sua só tinha o nome”, completará Vanda, se referindo à fórmula de Livaldo (Nelson Freitas). Samuca ficará devastado em relação aos últimos acontecimentos.

Leia mais: Agnese em O Tempo não Para, Beatriz Campos comemora papel: ‘Fazer a vilã é muito divertido’

Pensando nos outros

Samuca relatará à advogada que ele não está sozinho nessa ‘batalha’.

“Eu só me preocupo com as pessoas que não têm os mesmos privilégios que eu. São muitas famílias que dependem da gente. Se a Samvita quebrar, eles não têm como botar comida na mesa”, acrescentará o jovem, com lágrimas nos olhos.

Leia mais: O Tempo Não Para: Com a Samvita em crise, Betina comemora derrocada de Marocas

“Você tá tomando a decisão certa, Samuca”, pontuará Vanda. Samuca dirá à advogada que ela está mudada. E que ele quer a ‘versão’ antiga de volta.

“Vanda… eu nunca vi você se desesperar… E não vai ser agora! Eu quero de volta a minha diretora jurídica! A nossa Vandeca Pitbull! Vai preparando a papelada, que até o fim do dia a gente aprova com o Conselho e entra com o pedido de recuperação judicial. Isso vai garantir o fôlego que a gente precisa pra sair dessa”, finalizará Samuca, com esperança na fala.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio