O Tempo Não Para: Samuca coloca Emílio contra a parede: “Desde quando você e a Betina estão mancomunados?”

Publicado há 2 anos
Por Henrique Carlos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nos próximos capítulos de O Tempo Não Para, Emílio (João Baldasserini) irá na sala de Samuca (Nicolas Prattes) tirar satisfação com ele em relação às suas ações na Samvita. Mas quem o questionará será o filho de Carmen (Christiane Torloni). “Só pode ter sido a Betina quem passou as ações da empresa pra você… Desde quando você e ela tão mancomunados?”, perguntará o noivo de Marocas (Juliana Paiva). “Mancomunados? Eu sou o advogado dela! Desde que você dispensou os meus serviços, não há mais conflito de interesse”, sentenciará o advogado sem ética. “Você jamais vai ter poder de decisão aqui, Emílio”, pontuará Samuca.

Leia também: 

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Um estranho no ninho…

Emílio dirá que está na empresa só para preservar os direitos de sua cliente, no caso, Betina (Cleo). “E nem quero. O que eu quero é assegurar que a minha cliente não seja prejudicada”, pontuará Emílio. Samuca revelará que nunca pensou em passar Betina para trás. “Eu jamais ia fazer isso com a Betina”, relatará o genro de Dom Sabino (Edson Celulari). “Ela acha o contrário. Por isso eu estou aqui. Mesmo numa cadeira de rodas, eu preciso trabalhar. Eu vivo para os meus clientes”, confessará um Emílio debochado. “Você tem uma qualidade, Emílio, é esperto como uma raposa, mas eu sou um porco espinho. Você pode ter muitos truques, eu só tenho um e ele é fatal”, acrescentará Samuel.

“Isso é uma ameaça?”, perguntará o advogado de Betina. “Um aviso”, afirmará Samuca. “Samuca, eu vou relevar tudo isso… as suas grosserias, as suas ofensas, porque a partir de agora a gente trabalha junto. Eu e você. Pelo bem da Samvita”, sentenciará Emílio, deixando a sala em sua cadeira de rodas. Samuca ficará decepcionado com o andar da carruagem.

Leia também:

O Tempo Não Para é uma novela escrita por Mario Teixeira, com colaboração de Bíbi Da Pieve, Marcos Lazarini e Tarcísio Lara Puiati, com direção artística de Leonardo Nogueira e direção geral de Marcelo Travesso e Adriano Melo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio