O Tempo Não Para: Marocas pede perdão a Samuca: “Você é o homem mais nobre que conheci em minha vida”

Publicado há 2 anos
Por Henrique Carlos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nos próximos capítulos de O Tempo Não Para, Marocas (Juliana Paiva) irá até a casa de Samuca (Nicolas Prattes), pedir perdão a ele, após ficar irritada com a contratação de Waleska (Carol Castro) como ‘nova’ guarda-costas do jovem. “Samuca, por favor, Por quem é. Nós não devemos, não é certo”, relatará Maria Marcolina. “Não dá pra negar o que a gente sente um pelo outro”, responderá Samuca. Marocas revelará para o amado de que esse sentimento é algo arrebatador. “Isso é loucura”, pontuará a filha de Dom Sabino (Edson Celulari). Samuca afirmará para Marocas que esse sentimento tem nome e é o amor. “Nós rompemos o nosso compromisso”, relatará Marocas, recebendo um beijo de Samuel em seguida.

Leia também: Segredo revelado! Barão sabotou a moto de Samuca a mando de Betina

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Balançada…

Samuca beijará a jovem e pedirá perdão logo depois. “Desculpa, Marocas. Eu simplesmente perdi o controle. Eu respeito muito você, jamais a constrangeria”, sentenciará Samuel. “Você é o homem mais nobre que conheci em minha vida e também o mais romântico. Samuca, parece que o conheço há mais de cem anos”, concluirá a filha de Agustina (Rosi Campos). Marocas passará a noite ao lado do amado. Mas sairá da casa dele antes do galo cantar. Além de deixar um bilhete na mesa da sala que diz o seguinte: “Sr. Samuel. Apenas Samuel. Samuca. A seu lado aprendi a amar, mas agora é tempo de aprender sozinha. Preciso conhecer a mim mesma antes de conhecer outra pessoa. Seguirei meu caminho com o saudade de quem parte, uma nota de melancolia e um mundo de esperança, Marocas”. Samuca ficará mexido com o texto.

Leia também: Pedro Parede filma Cairu vestindo as ‘criações’ roubadas de Marocas

O Tempo Não Para é uma novela escrita por Mario Teixeira, com colaboração de Bíbi Da Pieve, Marcos Lazarini e Tarcísio Lara Puiati, com direção artística de Leonardo Nogueira e direção geral de Marcelo Travesso e Adriano Melo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio