O Tempo Não Para: Marocas diz para Miss Celine que Emílio tem provas que incriminam o seu pai: “Meu pai não fez nada disso!”

Publicado há 2 anos
Por Redação
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nos próximos capítulos de O Tempo Não Para, Marocas (Juliana Paiva) revelará para Miss Celine (Maria Eduarda de Carvalho) que Emílio (João Baldasserini) tem provas contra o seu pai, Dom Sabino (Edson Celulari). “Santo Deus! Mal posso crer que Dom Sabino tenha sido capaz de tanta selvageria!”, responderá Miss Celine. “Eram tempos de guerra. Não temos como julgar”, acrescentará Marocas, com lágrimas nos olhos. Miss Celine dirá para para Marocas que Dom Sabino é um homem nobre; e que não seria capaz de tal atrocidade. “Um homem sempre tem princípios que o guiam, seja em tempos de paz ou de guerra. Isso aqui não foi um ato típico de guerra… uma chacina de civis desarmados, indefesos… Foi um crime!… Um crime contra toda a humanidade!”, pontuará a preceptora de Marocas.

Leia: O Tempo Não Para: Samuca descobre golpe feito por Emílio e garante: “Vou te botar na cadeia”

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Inocente em O Tempo Não Para?

Marocas relatará que seu pai nunca foi capaz de fazer tal brutalidade contra ninguém; e que os documentos que estão com Emílio, são falsos. “Meu pai não fez nada disso! Miss Celine, eu o conheço melhor do que ninguém nesse mundo… Conheço seu coração, sua alma, sua índole… Meu pai é, acima de tudo, um homem bom!”, concluirá Maria Marcolina. “Eu concordo, Marocas… conheço dom Sabino… Mas, infelizmente, esses documentos afirmam o contrário”, acrescentará Celine. Marocas pedirá discrição a amiga. “Por favor, não fale com ninguém sobre isso”, indagará a filha de Dona Agustina (Rosi Campos). “Decerto que não… E o que você pretende fazer, minha amiga?”, questionará Celine. Mas Marocas ficará pensativa.

Leia: O Tempo Não Para: resumo do capítulo de terça-feira, 09 de outubro de 2018

O Tempo Não Para é uma novela escrita por Mario Teixeira, com colaboração de Bíbi Da Pieve, Marcos Lazarini e Tarcísio Lara Puiati, com direção artística de Leonardo Nogueira e direção geral de Marcelo Travesso e Adriano Melo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio