O Tempo Não Para: Marocas declara guerra à Mariacarla: “Tanto talento a serviço de uma ambição sem limites”

Publicado há 2 anos
Por Clara Ribeiro
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nos próximos capítulos de O Tempo Não Para, Marocas (Juliana Paiva) irá declarar guerra à Mariacarla (Regiane Alves), já que a loira está colocando a Samvita à beira do colapso.

Após a recuperação judiação, Mariacarla foi nomeada a interventora da empresa, perante a justiça. “Por Deus!… Então é mesmo verdade o que eu ouvi?”, dirá Miss Celine (Maria Eduarda de Carvalho), se referindo a ascensão de Mariacarla.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia mais: O Tempo Não Para: Lúcio comemora a queda de Samuca

“Sim… A Mariacarla vai ficar à frente da empresa agora…Fui barrada da reunião a portas fechadas… A interventora já chegou dando ordens… de forma autoritária”, acrescentará Marocas, com tristeza na fala.

“Nunca fui com a cara daquela mocréia…E agora é ela quem dá as cartas”, dirá Nat, secretaria de Samuca (Nicolas Prattes).

Leia mais: O Tempo Não Para: Lalá pretende ‘entregar’ Amadeu para Mariacarla

Loira cruel

Marocas revelará que Mariacarla é uma mulher completamente ambiciosa e que faz tudo por poder.

“A dra. Mariacarla é uma mulher insidiosa”, concluirá Maria Marcolina. Miss Celine dirá que a loira lembra uma citação de Maquiavel. “‘Dê o poder ao homem, e descobrirá quem ele realmente é’. Essa é uma citação de Maquiavel. Ela é useira e vezeira em tramóias”, afirmará a ruiva.

Leia mais: O Tempo Não Para: Mariacarla expulsa Marocas da sala de Samuca

“É bem o caso… Aquilo lá é uma boa bisca…O pior é que ela é uma excelente advogada… Até a Vanda fala isso!”, dirá Paulina (Carol Macedo).

Mas a filha de Dom Sabino (Edson Celulari), dirá as amigas, que esse ‘talento’ de Mariacarla é todo dedicado ao crime. “Tanto talento… a serviço de uma ambição sem limites”, finalizará Marocas, com decisão no olhar.

O Tempo Não Para é uma novela escrita por Mario Teixeira, com colaboração de Bíbi Da Pieve, Marcos Lazarini e Tarcísio Lara Puiati, com direção artística de Leonardo Nogueira e direção geral de Marcelo Travesso e Adriano Melo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio