O Tempo Não Para: Herberto manipula vírus para matar Marocas

Publicado há 2 anos
Por Fabio Augusto
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nos próximos capítulos de O Tempo Não Para, Herberto manipulará a mando de Lúcio (João Baldasserini) o vírus que Mateus (Raphael Viana) roubou da Criotec.

Vale ressaltar que essa manipulação, será para dar um fim na vida de Marocas (Juliana Paiva), já que Lúcio acha que foi a jovem que matou Emilio (João Baldasserini). Mas quem matou o bacharel, foi Betina (Cleo), e não Marocas.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“E então, dr. Herberto?… Está tudo pronto?”, dirá Lúcio, se referindo à manipulação do vírus. “O vírus tem uma estrutura realmente fascinante… Suas atividades vitais são impressionantes… Nunca vi nada parecido…”, acrescentará o cientista, todo orgulhoso de seu feito.

“Chega de conversa fiada, doutor… O que eu quero saber é se você conseguiu potencializar o efeito do vírus… Isso é o que me interessa…”, acrescentará Lúcio, com o desejo de matar Marocas e vingar a morte de seu irmão gêmeo, Emílio.

Leia mais: O Tempo Não Para: Após se confessar, Lalá decide se tornar padre

Vírus perigosíssimo

Herberto dirá a Lúcio que após o vírus ser injetado no corpo de Marocas, a congelada morrerá em segundos. “Com isso aqui dentro do corpo da Marocas, seja lá o que for que o vírus provoque, vai ser acelerado e a matará rapidamente…”, acrescentará o cientista.

Lúcio ficará orgulho do feito de Herberto. “Passa já essa belezinha pra cá…”, pedirá Lúcio, que pegará o frasco com o vírus. “E o meu grande prêmio?… A cabeça da Mariacarla…”, pedirá Herberto, se referindo a Mariacarla, já que ele quer ser vingar da loira que quase tirou a sua vida.

“Confie em mim, doutor… Ela estará à sua espera…”, finalizará Lúcio, que entregará Mariacarla de ‘bandeja’, para Herberto.

Leia mais: O Tempo Não Para: Betina inicia o ‘plano’ de matar Marocas

O Tempo Não Para é uma novela escrita por Mario Teixeira, com colaboração de Bíbi Da Pieve, Marcos Lazarini e Tarcísio Lara Puiati, com direção artística de Leonardo Nogueira e direção geral de Marcelo Travesso e Adriano Melo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais