O Tempo Não Para: Dom Sabino participa de corrente humana para salvar a Samvita

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nos próximos capítulos de O Tempo Não Para, todos os moradores que residem nas redondezas da Samvita irão participar de um abraço simbólico na empresa que será demolida por Lúcio (João Baldasserini).

Vale ressaltar que essa ideia partiu de Dom Sabino (Edson Celulari) e essa iniciativa do homem do século 19 dará certo, já que Lúcio não terá coragem de derrubar a empresa que foi fundada por Samuca (Nicolas Prattes) e por sua mãe, Carmen (Christiane Torloni).

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia mais: O Tempo Não Para: Agustina confronta Marocas por causa de sua calça jeans

“Se esse crápula achou que destruiria tudo sem enfrentar resistência, estava enganado”, dirá Marocas (Juliana Paiva) a Samuca ao ver o empenho dos transeuntes. “Decerto… Um homem como ele desconhece os bons sentimentos… O poder da solidariedade…”, acrescentará Dom Sabino, se referindo ao irmão gêmeo do bacharel Emilio (João Baldasserini). Lúcio deixará o local, mas não abaixará a guarda, pois irá pedir uma liminar para derrubar a empresa às pressas.

“Então o Lúcio foi embora?… Acabou tudo?”, indagará Carmen. “Está só começando, Carmen… Teremos um longo dia pela frente… Talvez o mais longo dia de nossas vidas”, concluirá Dom Sabino, que se manterá na vigília pela ‘vida’  Samvita.

Leia mais: O Tempo Não Para: Samuca confronta o pai: “Maldita a hora em que eu quis que você voltasse”

Ninguém larga a mão de ninguém

Marocas pedirá paciência a todos os presentes, pois esse abraço, será importante para a Samvita  não ser demolida. “Samuel tem razão… (volta-se para todos ali) Amigas e amigos… Agora que ‘eles’ já viram a força que temos juntos, teremos que mostrar que somos persistentes… Que não desistimos jamais… Que somos fortes!”, acrescentará a jovem congelada do século retrasado.

“Isso aí! Ninguém deixa ninguém na mão!”, acrescentará Carmen, que apoiará a nora.  Marocas dirá aos presentes, que esse abração será importante para a sobrevida da empresa; e para o crescimento da região.

“Vamos lutar pacificamente, com todo nosso afeto… Vamos abraçar a Samvita como se estivéssemos abraçando a pessoa que mais amamos neste mundo!”, finalizará Marocas, que permanecerá abraçando a Samvita. Ninguém soltará a mão de ninguém, até o veredito final, que será positivo para Samuca, já que Livaldo, retirará o processo contra o filho.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio