O Tempo Não Para: Dom Sabino diz para Eliseu que sua filha não combina com Emílio

Publicado há 2 anos
Por Henrique Carlos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nos próximos capítulos de O Tempo Não Para, Dom Sabino (Edson Celulari) irá revelar para o seu amigo, Eliseu (Milton Gonçalves), que Marocas (Juliana Paiva) pediu demissão da Samvita; e que enfim, aceitou se casar com Emílio (João Baldasserini), mas ele acha que tem algo de errado nessa história. “Essa história não tem pé nem cabeça, Eliseu”, indagará Dom Sabino. “Marocas é muito ajuizada, mas que tem caroço nesse angu, tem. Paulina diz que ela gosta é do Samuca”, dirá o carroceiro afinal. “Esse bacharel é um homem sinuoso. Marocas é objetiva, certeira. Ele é empetecado feito uma moça. Marocas não gosta de adornos. Ele é bajulador, ela é sincera. Eles se darão tão bem como o azeite e a água… Nunca vão se misturar!”, pontuará o homem do século retrasado, mas com tristeza no olhar.

Comprando ações da Samvita

Eliseu revelará para seu amigo, já que ela (Marocas) quer casar, que deixa-a ser feliz. “Mas se ela decidiu assim… decerto a sua filha não está casando obrigada!”, sentenciará o senhor de bom coração logo depois. Dom Sabino relatará de que Emílio é um homem de caráter duvidoso; e isso o preocupa. “Isso é o que vamos ver, Eliseu. É como eu já falei… O bacharel Emílio é um homem com quem se pode trabalhar, mas não é homem para se ter em família”, concluirá o novo amor de Carmen (Christiane Torloni).

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Eliseu questionará Dom Sabino, se ele comprou mais ações da Samvita na bolsa. “O senhor… comprou mais?”, indagará o avô de Paulina (Carol Macedo). “Mais… e sempre. Os acionistas estão em polvorosa, fugindo como moscas”, acrescentará Dom Sabino. “E nós… metendo a mão em vespeiro!”, dirá Eliseu. “Numa colméia, meu bom Eliseu… para colher o mel mais doce”, finalizará Dom Sabino, pensado no futuro.

O Tempo Não Para é uma novela escrita por Mario Teixeira, com colaboração de Bíbi Da Pieve, Marcos Lazarini e Tarcísio Lara Puiati, com direção artística de Leonardo Nogueira e direção geral de Marcelo Travesso e Adriano Melo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio