O Tempo Não Para: Após saber que Lúcio foi responsável por quase matar Marocas, Samuca declara guerra ao empresário

Publicado há 2 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nos próximos capítulos de O Tempo Não Para, Samuca (Nicolas Prattes) irá declarar guerra à Lúcio (João Baldasserini), após saber que ele tentou tirar a vida de Dom Sabino (Edson Celulari). O vilão mandou Lalá (Micael) trocar a munição da arma do homem do século retrasado.

“O que cê tá dizendo, Lalá?”, indagará Samuel, ao descobrir que Lúcio, foi o responsável pelo incidente que quase culminou na morte de Marocas (Juliana Paiva). “O Dr. Lúcio me mandou trocar a bala na pistola do Dom Sabino por uma bala festim”, acrescentará o filho de Eliseu (Milton Gonçalves). “Lúcio, o banqueiro?”, indagará Samuca. “Ele mesmo”, concluirá Lalá.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia também: Após ser baleada, Marocas passa por cirurgia, em O Tempo Não Para, na Globo

Mas Dom Sabino desconfiará do malandro. “Você está mesmo falando a verdade, Laércio?”, questionará o namorado de Carmen (Christiane Torloni). “O moleque tá dando a real”, acrescentará Barão (Rui Ricardo Dias), tentado proteger o irmão. Dom Sabino revelará aos presentes, que Lúcio, nunca o enganou, ainda mais sendo irmão gêmeo de Emílio (João Baldasserini). “Lúcio Inglês de Souza… Nunca me enganou, aquele janota!”, concluirá Dom Sabino, com o sangue quente.

Ainda nesta cena de O Tempo Não Para

Samuca dirá ao sogro, que acabará com a raça do rival. “Vou acabar com a raça daquele covarde!”, acrescentará Samuel. “Espere, Samuel… Tenha calma”, pedirá Dom Sabino. “Justo o senhor tá querendo ser civilizado agora?”, dirá Samuca, ironizando o sogro, que responderá a altura. “Longe disso… Quero apenas respirar fundo e pensar num jeito de estripar aquele sujeito abominável sem fazer muita sujeira”, finalizará Dom Sabino, já de saída, se despedindo da família de Eliseu.

O Tempo Não Para é uma novela escrita por Mario Teixeira, com colaboração de Bíbi Da Pieve, Marcos Lazarini e Tarcísio Lara Puiati, com direção artística de Leonardo Nogueira e direção geral de Marcelo Travesso e Adriano Melo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio