O Tempo Não Para: Após descobrir que Emílio botou a Samvita no vermelho, Samuca coloca o advogado contra a parede: “Vou te botar na cadeia por roubo”

Publicado há 2 anos
Por Redação
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No próximos capítulos de O Tempo Não Para, Samuca (Nicolas Prattes) irá confrontar Emílio (João Baldasserini); já que o bacharel colocou a Samvita no vermelho. “Emílio, eu vim te dar um aviso… Eu vou te botar na cadeia por roubo e má-fé”, disparará o jovem. Emílio se fará de bobo. “Porque eu roubei o coração da Marocas?”, implicará o bacharel. “Porque você causou um rombo histórico na Samvita… Você sangrou a empresa enquanto tramava contra ela, defendendo a ação que o Dom Sabino tava movendo”, sentenciará o filho de Carmen (Christiane Torloni). “Era um direito dele, como ficou comprovado…
O homem vai receber uma grana preta”, acrescentará Emílio, com deboche na fala.

Leia: O Tempo Não Para: resumo dos capítulos de 15 a 20 de outubro de 2018

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ciúme de Marocas em O Tempo Não Para

Samuca dirá para Emílio que ele é um homem ganancioso; e que ele sempre teve ‘olhos’ em Marocas (Juliana Paiva). “Certo… E você já tava com um olho na fortuna dele, e o outro na filha”, pontuará o rapaz. “Eu sabia que o assunto era a Marocas”, dirá Emílio, sementando a discórdia entre eles. Samuca dará um aviso ao pilantra; se ele fizer Marocas sofrer; ele acabará com a raça do advogado sem caráter. “Você é mesmo um covarde, Emílio… E pensar que eu cheguei a confiar em você..Eu ainda prefiro acreditar nas pessoas a passar a vida desconfiado de tudo e de todos…Tá dado o aviso…Agora, sim, eu vou falar da Marocas… Se você fizer ela sofrer, eu acabo com a sua raça”, concluirá Samuca; já de saída. Emílio ficará irritado com a ‘visita’ de seu inimigo declarado.

Leia: Destaque em O Tempo Não Para, Adriane Galisteu se reinventa na TV

O Tempo Não Para é uma novela escrita por Mario Teixeira, com colaboração de Bíbi Da Pieve, Marcos Lazarini e Tarcísio Lara Puiati, com direção artística de Leonardo Nogueira e direção geral de Marcelo Travesso e Adriano Melo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio