O Sétimo Guardião: Valentina se surpreende ao ver Laura sentada em sua cadeira

Publicado há 2 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em O Sétimo Guardião, na Globo, Valentina (Lilia Cabral) será surpreendida por Olavo (Tony Ramos), nos próximos capítulos. A trama dos dois vai esquentar quando ele resolver colocar a filha Laura (Yanna Lavigne) dentro da empresa da vilã. A moça sentará na cadeira da presidência e será flagrada pela mãe de Gabriel (Bruno Gagliasso). Mas a megera não se intimidará e tentará contornar a situação, enfrentando pai e filha. Confira.

“Você não digeriu o que eu disse? Nós estamos aqui para vistoriar sua empresa, que em breve será da minha filha!”, falará Olavo. “Olavo, meu caro, às vezes você é um pândego! Sabe o que isto significa, não sabe, querida? Pândego: aquele que gosta de brincadeiras e nunca diz nada sério”, falará Valentina, debochada. “Escuta aqui, quando digo que vou tomar a sua empresa e entregar para minha filha…”, rebaterá Olavo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Sóstenes convence Luz a não deter Gabriel em Serro Azul, em O Sétimo Guardião, na Globo

Mas Valentina interromperá, tomando o controle da conversa. “Você se sente o próprio vilão da novela das nove, não é mesmo?”, questionará. “Neste momento, Valentina, é o que ele é”, responderá Laura. “Mas não é mesmo, querida. Sabe por quê? Por trás dessa máscara de homem de negócios inflexível existe uma boa alma. É! O Olavo é um homem bom. E além disso tem um problema que ainda não detectou: uma quedinha por mim.”, falará a vilã.

Ainda nesta cena de O Sétimo Guardião

“Isso é verdade, pai?”, questionará Laura. “Pra quem quer se tornar a presidente de uma empresa tão poderosa você reage às péssimas notícias depressa demais, querida. Antes de acreditar nelas, deve pelo menos refletir”, provocará Valentina. “Você está certa, sim. Se eu tivesse uma… uma ‘quedinha’ por você não seria só uma péssima notícia pra minha filha. Seria pra mim! Só que está se valorizando demais. Quando olho pra você o que vejo é uma mulher desesperada. Capaz de qualquer coisa pra garantir seu status de empresária toda poderosa. Mas eu quero lhe roubar esse status e vou conseguir”, falará Olavo.

Com calma, Valentina rebaterá: “Acho que me perdi um pouco. O que foi mesmo que vieram fazer aqui?”. “Vistoriar minha futura empresa. Garantir que você, quando tiver que sair dela, não leve nem os cinzeiros”. “Na verdade, aqui não se fuma. É proibido por lei. Aí está outra coisa que você não sabia. Se quer ser empresária tem que estudar! Mas se foi para isso que vieram… Então, são bem-vindos, as portas estão todas abertas. Falem com minha secretária e ela chamará um dos meus gerentes para acompanhá-los na visita”, falará.

Na sequência, Olavo e Laura começarão a se movimentar para sair. “Por acaso, teve alguma notícia do Gabriel?”, questionará Valentina. “Depois do que aquele canalha fez com ela?”, perguntará de volta Olavo. “Se ele fugiu até da mãe e continua sumido… Por que me daria notícias?”, indagará Laura.

“Porque te ama, sua boba. Assim como você também o ama. E não adianta negar. Eu sei”, dirá a empresária. Laura e Olavo, então, vão embora. “Agora era o momento de perder a calma e quebrar tudo. Mas é justamente o que não vou fazer. Jogos verbais. Adoro esses arranca-rabos! Bela maneira de começar o dia”, concluirá Valentina.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio