O Sétimo Guardião: Valentina implora que Gabriel desista de ser guardião

Publicado há 2 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em O Sétimo Guardião, na Globo, Valentina (Lilia Cabral) achou um jeito de tirar Gabriel (Bruno Gagliasso) de casa. A vilã precisava de amostras de água da fonte milagrosa e o convidou para jantar. Ele aceitou e saiu de casa, deixando o caminho livre para Sampaio (Marcello Novaes) entrar na fonte sem ser visto. Durante o encontro, a vilã implorará para o rapaz deixar de ser guardião. Confira.

“Daqui a pouco vamos ter que pagar a conta e ir embora… E até agora você não disse porque me chamou para jantar. O pouco que falou foi sobre a comida”, provocará Gabriel. “E você gostaria de falar sobre o quê? Escolha o assunto… E eu vou em frente”, dirá Valentina. “Vai começar com seus joguinhos outra vez?”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Após castigo, Eurico brocha e frustra Marilda na cama, em O Sétimo Guardião, na Globo

“Quer mesmo que eu seja direta?”. “Diz logo o que está a fim de me dizer!”. “Já que prefere assim… Vou ser bem clara. Você já sabe que eu quero botar a mão na água da fonte, sim. E também sabe que Eurico, por razões que não cabe revelar agora, me passou informações sobre a tal da irmandade”.

Ainda nesta cena de O Sétimo Guardião

“Sim, sei de tudo isso… Portanto, até agora não me contou nenhuma novidade”. “Está claro para mim que você deixou a Laura, e depois a Luz, exatamente como o canalha do seu pai fez comigo, porque, por uma razão absurda, esse posto que ocupa agora não lhe permite ter uma relação amorosa, nem uma família”.

“E onde a dona Valentina entra nessa história?”. “Eu sou sua mãe! Me preocupo com você!… Vai viver feito um ermitão, sem mulher, filhos, amigos… Sozinho naquele casarão cheio de velharias e mal assombrado… Tem certeza? É isso que quer para a sua vida? Já parou pra pensar que um dia vai olhar para trás e se arrepender de ter abandonado as mulheres que amou, a possibilidade de ter filhos, ser feliz… para proteger a droga de um segredo que vai ser descoberto?!”, argumentará.

E mais!

“Se depender de mim isso nunca vai acontecer”. “Claro que vai! Manter essa história da fonte em segredo não depende mais de você nem dos seus companheiros de seita! Assim que a internet e a televisão chegarem aqui, Serro Azul vai deixar de ser esta vilazinha de contos de fada pra cair na real. E se tem uma coisa que a realidade dos dias de hoje não permite são os segredos, mesmo os mais cabeludos! É só uma questão de tempo até toda essa farsa de irmandade, fonte e o escambau ser revelada!”.

“Já te falei que isso não vai acontecer!”. “Só porque você não quer? Sua vontade já não basta! Vai continuar com essa ‘missão’, pagar pra ver… E no meio do caminho descobrir que tudo que fez foi jogar sua vida no ralo?!”. “Acha mesmo que vou cair nesse teu conto de mãe preocupada com o futuro do filho?”. “Eu sei que, no momento, não sou digna de sua confiança. Mas pelo menos promete que vai pensar no que eu disse!”.

“Não tenho mais nada que pensar. Tomar conta da fonte é meu destino. Antes mesmo que nascesse isso já estava decidido”. “Gabriel, eu te imploro!”. “Até parece que você é de implorar alguma coisa… O jantar estava ótimo!”, falará o protagonista e sairá. “Se tem uma coisa que me cansa é esoterismo. Gente mais fanática! Mas a essa hora o Sampaio já deve estar com a minha água… E é só isso que me importa”, concluirá a vilã.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais