O Sétimo Guardião: Tobias e Clotilde, uma relação que pega fogo

Publicado há 2 anos
Por Cadu Safner
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Dia 12 de novembro a Rede Globo estreia O Sétimo Guardião, escrita por Aguinaldo Silva. O folhetim marca a volta do autor ao realismo fantástico. Na trama, a história se passa em Serro Azul, é nesta pacata cidadezinha onde alguns moradores se reúnam no armazém-bar de Tobias Pereira (Roberto Birindelli). Seja para afogar as mágoas ou somente para relaxar após um cansativo dia de trabalho.

Tobias é um homem simples, por vezes bronco, mas que inspira uma grande confiança para seus clientes. Muito por isso, Tobias sabe dos podres de vários moradores da cidade. Tobias é casado com Clotilde (Adriana Lessa). Ela é completamente oposta do marido.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: O Sétimo Guardião: Cheio de segredos, Feliciano Pataxó vai ‘pintar e bordar’ na cidade de Serro Azul

Perua, Clotilde opta por não utilizar o sobrenome Pereira, atendendo somente como Clotilde Mondim; diz que seus pais foram fazendeiros riquíssimos, mas perderam tudo ao ser trapaceados por um sócio. Muitos não acreditam nas suas histórias.

Ela também é dona de um brechó e salão de beleza, o Cloclothes. Ali, entre araras abarrotadas de roupas, sapatos e bijuterias, as mulheres garimpam um figurino para os eventos da cidade, colocam o papo em dia e se enfeitam com e tudo a que têm direito.

Clotilde é a única amiga de infância com quem Valentina mantém contato e a quem a poderosa vilã recebe, embora muito raramente.  Apesar de tantos contrastes, Clotilde e Tobias vivem em plena harmonia. Mas que afinidade pode existir entre o simplório dono da venda e uma mulher tão espalhafatosa? Muito simples: os dois são de uma cumplicidade perfeita na cama! O sexo é tão expansivo que não se contenta em permanecer dentre as quatro paredes do quarto.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio