O Sétimo Guardião: Sem dinheiro, Luz tem ideia para instalar biblioteca na escola

Publicado há 2 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em O Sétimo Guardião, na Globo, Luz (Marina Ruy Barbosa) terá uma ideia para improvisar uma biblioteca na escola de Serro Azul. A protagonista esperava que Júnior (José Loreto) conseguisse uma verba com a prefeitura para uma instalação mais completa. Mas Eurico (Dan Stulbach) vetou a grana, dizendo que não tem dinheiro. Confira como será a cena.

“Meu pai disse pra gente se virar. Até porque ele também acha que vai ter uma mudança nessa história do casarão…”, falará Júnior. “Que mudança?”, questionará Luz. “Ele bota fé que a justiça vai decidir a favor da prefeitura”. “E o Gabriel?”. “Seria desapropriado. E como a ideia original era botar a biblioteca lá, até que tudo se encaminhe… zero apoio pra gente”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Após castigo, Eurico brocha e frustra Marilda na cama, em O Sétimo Guardião, na Globo

“É mesmo, é?”. “Pois é… Tá pensando em quê, Luz?”. “Eu? Numa ideia que tive! Seu pai não nos deu opção a não ser improvisar. Então, é isso que a gente vai fazer, Júnior!”. “Mas como, sem dinheiro nem nada?”, perguntará Júnior. “Me leva na escola que eu te mostro!”, concluirá Luz, fazendo mistério.

Ainda em O Sétimo Guardião

Em O Sétimo Guardião, Marcos Paulo (Nany People) vai convencer Robério (Heitor Martinez) a trabalhar para ela. O jardineiro foi demitido por Gabriel (Bruno Gagliasso), que descobriu que ele era um espião. O mau-caráter estava passando informações para Valentina (Lilia Cabral) por dinheiro. Confira como será a conversa.

“O que achou de minha proposta de trabalho?”, perguntará Marcos Paulo. “Fui demitido, estou aceitando qualquer coisa!”, responderá Robério. “Ótimo!”. “Só tem um detalhe…”. “Pronto, vai inventar problema!”. “O problema já existe: Sampaio! Será que ele vai me aceitar frequentando a casa da madame?”.

“Se Valentina mandar, ele aceita como sempre”. “Mas por quê? Ele obedece tudo que ela diz?”. “Bem se vê que você passou a vida cuidando só de planta! Ele é caído por ela! E ela administra isso pra mantê-lo igual cachorrinho… Que, mais cedo ou mais tarde, é o que vou fazer com você, meu bem!”.

“Só o que falta! Prefiro a morte!”. “Isso é porque você nunca viu uma guilhotina enorme prestes a se abater sobre seu pescoço!”. “Essa conversa está ficando meio esquisita…”. “Não se preocupe, negócios são negócios e eu lhe tratarei com o maior respeito. Pelo menos, enquanto estivermos trabalhando juntos”.

“Tomara! Começo quando, então?”. “Amanhã cedo esteja no sobrado para acertarmos os detalhes. E como todo bom funcionário, não esqueça e nunca se atrase”. “Então vou indo, pra ir lá amanhã sem ressaca!”, concluirá ele, deixando o cabaré de Ondina (Ana Beatriz Nogueira).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais