O Sétimo Guardião: Rejeitado por todos, Eurico entra em desespero

Publicado há 2 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em O Sétimo Guardião, na Globo, Eurico (Dan Stulbach) sofrerá um pouco, nos próximos capítulos. O prefeito, que foi expulso da irmandade por traição, será ignorado pelos guardiões. O político foi punido e, agora, não pode mais sentir prazer com mulheres. Ele procurará Machado (Milhem Cortaz) para conversar e o delegado não lhe dará atenção. Na sequência, se encontrará com Milu (Zezé Polessa), que, também, vai rejeitá-lo.

“Fiquei arrasado com o que aconteceu… Eu nunca quis trair a irmandade, juro!”, falará Eurico. “Mas traiu! Mereceu deixar de ser um guardião”, rebaterá Milu. “Nem fui eu que falei da fonte pra Valentina! Ela já sabia! Não pude fazer nada, você sabe!”. “Não posso comentar o que sei ou deixo de saber com alguém de fora da irmandade… Como você!”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Após castigo, Eurico brocha e frustra Marilda na cama, em O Sétimo Guardião, na Globo

“Por favor, Milu, pede pra eles repensarem!”, implorará. “Você é que devia ter pensado antes de pular a cerca. Igual a esta erva que foi cortada para servir a outro propósito, você agora tem uma nova função: a de mau exemplo!”. “Você sabe que sempre fiz tudo que podia pra…”. “Mas deixou de fazer! Então, assuma a responsabilidade e lide com sua consciência!”.

Ainda nesta cena de O Sétimo Guardião

“O castigo foi pesado demais… O que faço de minha vida agora?”. “Dedique-se à família, à prefeitura… E dê licença, que preciso trabalhar!”, dirá Milu e sairá. “Minha vida acabou! Se voltar pra casa, Marilda vai querer fogo… e eu já nem água tenho! O que eu faço agora?”, concluirá Eurico, desnorteado, desesperado.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais